País

Professores em protesto por negociação urgente dos horários

Professores em protesto por negociação urgente dos horários

Vários professores manifestaram-se esta quinta-feira frente ao Ministério da Educação pela renegociação dos horários laborais. Os docentes queixam-se de trabalharem 46 horas por semana, em vez das supostas 35.

  • André Villas-Boas prepara regresso ao futebol
    2:18