País

Partidos exigem explicações após agressão a jovem colombiana

Vários partidos políticos já reagiram às agressões alegadamente racistas sobre uma jovem colombiana no Porto, no domingo. Do PSD ao PCP, os partidos exigiram respostas e ação do Governo.

O PSD condenou o episódio e defendeu a aprovação de uma nova legislação sobre a segurança privada.

O Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Administração Interna sobre que medidas pretende tomar e pergunta ao Governo se pondera, por exemplo, retirar a licença à empresa de segurança privada.

O PCP condenou as agressões e exigiu também medidas ao Ministério da Administração Interna.

O PS pronunciou-se esta quinta-feira sobre o caso. O líder parlamentar, Carlos César, sublinhou que o caso não pode ser desvalorizado e considerou que deve ser objeto de análise por parte do Governo.

Uma colombiana a viver em Portugal foi agredida no Porto na madrugada de domingo. Nicol Quinayas apresentou queixa na polícia contra um segurança de uma empresa privada que trabalha para a STCP.

Em declarações à SIC, a jovem de 21 anos admitiu que foi ter com as amigas à paragem do autocarro e que passou à frente de outros utentes.