País

56 detidos em operação contra grupo motard Hells Angels

56 detidos em operação contra grupo motard Hells Angels

São já as 56 pessoas detidas, esta quarta-feira, no âmbito da operação relacionada com o grupo motard Hells Angels, desencadeada pela Polícia Judiciária em várias zonas do país. Os números foram atualizados em conferência de imprensa pela coordenadora da investigação, Manuela Santos.

Na conferência de imprensa, o diretor nacional da PJ e a coordenadora da Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo explicaram que esta ação estava programada há algum tempo e que estão em causa crimes de tentativa de homicídio, roubo, ofensa à integridade física, associação criminosa, lenocínio e extorsão.

Entre os 56 detidos, estão cinco cidadãos estrangeiros, da Alemanha e da Finlândia, e vários elementos da segurança privada.

Na operação estiveram envolvidos cerca de 400 elementos da PJ.


Com Lusa

  • Motards detidos por criminalidade "violenta e altamente organizada"
    1:32

    País

    Pelo menos 40 pessoas foram detidas no âmbito de uma operação da Polícia Judiciária com foco no grupo de motards Hells Angels. A PJ fala em criminalidade especialmente violenta e altamente organizada. Os elementos deste grupo internacional têm ligações à extrema-direita, são descritos como extremamente violentos e suspeitos de vários crimes, incluindo roubos, agressões e tentativas de homicídio

  • Hells Angels envolvidos num ajuste de contas entre grupos rivais que fez 6 feridos
    1:35

    País

    As diligências da Polícia Judiciária de hoje que visam os motards Hells Angels estarão relacionadas com um episódio de violência entre grupos rivais num restaurante do Prior Velho, em Lisboa, há cerca de quatro meses meses. Elementos dos Hells Angels estarão envolvidos no aparente ajuste de contas, que terminou com seis feridos, três deles com gravidade.

  • Suspeito de ataque terrorista em Londres recusa colaborar com a polícia
    2:42