País

Hospital de Santarém autorizado a contratar 60 profissionais

Regis Duvignau

O Hospital de Santarém anunciou hoje que foi autorizado a contratar 60 trabalhadores, incluindo 27 enfermeiros e oito médicos, para fazer face à redução do horário semanal para as 35 horas e a ausências temporárias.

Em comunicado, o Hospital Distrital de Santarém (HDS) afirma que recebeu autorização dos ministérios da Saúde e das Finanças para reforçar os seus recursos humanos em vários grupos profissionais, encerrando "a primeira fase dos ajustamentos necessários para a harmonização resultante da redução do horário semanal de 40 para 35 horas".

Assim, o HDS está autorizado a contratar 27 enfermeiros (18 com contratos sem termo e nove com contratos de substituição de trabalhadores ausentes temporariamente); 17 assistentes operacionais, fundamentalmente para os serviços de Urgências e Internamento; sete técnicos para a área dos Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (três para o setor de análises clínicas e saúde pública, três para imagiologia e um para eletrocardiografia).

O HDS vai ainda contratar oito médicos internos de diversas especialidades (sendo seis de medicina interna) e um assistente técnico.

A administração afirma esperar que, "de acordo com informação do senhor ministro da Saúde, ocorra oportunamente uma ação da mesma natureza, que permita respostas a todas as necessidades evidenciadas" pelo HDS.

Lusa

  • "Acabámos com 6 jogadores da formação na equipa"
    1:27

    Desporto

    No final do jogo, João Manuel Pinto, treinador do Sertanense, mostrou-se orgulhoso com o trabalho da equipa, que joga no terceiro escalão do futebol português. Já Rui Vitória preferiu destacar a qualidade dos jogadores do Benfica que, apesar de serem menos utilizados neste inicio de época, estiveram em evidência.

  • "Pedro Proença quer que eu saia a todo o custo"
    3:00
  • Chuvas fortes afetam várias regiões em Espanha

    Mundo

    As chuvas fortes que afetam desde quinta-feira Espanha, as mais intensas da última década, estão a provocar problemas em várias regiões, em especial nas províncias da Comunidade Valenciana, mas sem registo de ocorrências graves nem danos pessoais.

  • Sextortion, o novo método de chantagem sexual na Internet
    2:17
  • Destruído mural de Vhils em Alcântara

    Cultura

    O mural, criado por Vhils, na parede da antiga fabrica da Sidul na Avenida da Índias, em Lisboa, foi esta quinta-feira destruído para dar lugar a um empreendimento urbanístico.