País

Urgência da Maternidade Alfredo da Costa pode fechar se não forem contratados profissionais em breve

Urgência da Maternidade Alfredo da Costa pode fechar se não forem contratados profissionais em breve

Os chefes de equipa de ginecologia e obstetrícia dizem que vão deixar de fazer horas extraordinárias se não forem contratados médicos e enfermeiros nas próximas duas semanas para a maternidade. Os profissionais vão agora apresentar uma carta de demissão.