País

Costa e Marcelo articulam deslocações a Monchique

O primeiro-ministro vai deslocar-se às zonas afetadas pelo incêndio de Monchique com os governantes das áreas da habitação, agricultura, segurança social e turismo, numa visita de trabalho articulada com o Presidente da República, que irá depois ao terreno.

Fonte do gabinete do primeiro-ministro informou hoje à agência Lusa que António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa articularam entre si as deslocações a Monchique, ainda sem datas marcadas, após ter sido dominado hoje o fogo que deflagrou nesta zona do Algarve há uma semana.


As deslocações estão organizadas em três fases, acrescentou a mesma fonte.


A primeira é a deslocação do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que acontece hoje.


Segue-se a deslocação liderada pelo primeiro-ministro numa vertente executiva e numa terceira fase, acontecerá a deslocação do Presidente da República também para se inteirar da situação.


António Costa irá acompanhado por responsáveis das pastas da habitação, agricultura, segurança social e turismo para terem reuniões com os autarcas de Monchique, Silves e Portimão, bem como com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve e a Associação de Municípios do Algarve.


O objetivo, adiantou a fonte do gabinete do primeiro-ministro, é fazer um ponto de situação da necessidade imediata de apoios e estudar as respostas a dar às populações.


segunda comandante operacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar, deu hoje o incêndio que lavra há uma semana em Monchique como dominado, mas sublinhou que ainda não é o momento de cruzar os braços.

Lusa

  • Número de feridos no fogo de Monchique sobe para 41, incluindo 22 bombeiros
    0:32

    País

    A segunda comandante operacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) deu hoje o incêndio que lavra há uma semana em Monchique como dominado, mas sublinhou que ainda não é o momento de cruzar os braços. Patricia Gaspar atualizou também o número de feridos para 41, um deles em estado grave. Entre os feridos, incluem-se 22 bombeiros.    

  • Número de feridos no fogo de Monchique sobe para 41, incluindo 22 bombeiros
    0:32

    País

    A segunda comandante operacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) deu hoje o incêndio que lavra há uma semana em Monchique como dominado, mas sublinhou que ainda não é o momento de cruzar os braços. Patricia Gaspar atualizou também o número de feridos para 41, um deles em estado grave. Entre os feridos, incluem-se 22 bombeiros.    

  • Fogo em Monchique começou há uma semana

    País

    Mais de 1.300 bombeiros e dois meios aéreos combatiam ao início da manhã de hoje o incêndio que lavra há uma semana em Monchique (Algarve), segundo os dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

  • "É um disparate" estar a questionar a atuação das forças de segurança
    16:20

    País

    Nos últimos dias, na zona de Monchique, foram retiradas de casa cerca de 300 pessoas, algumas a muito custo. A GNR encontrou resistência dos moradores e há quem se queixe de ter sido levado à força. O advogado Paulo Saragoça da Mata, em entrevista à SIC Notícias, considera que "é uma tempestade num copo de água" questionar a forma como atuaram as forças de segurança. Já o psiquiatra João Redondo alerta para o impacto que as perdas vão ter em algumas famílias.

  • Fogo em Monchique e estratégias da ANPC em debate
    17:47

    Edição da Noite

    Esta quinta-feira, na Edição da Noite da SIC Notícias, o fogo de Monchique e as estratégias da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) estiveram em debate com: : Ricardo Ribeiro - Presidente ASPROCIVIL/Cndt Bombeiros de Paço de Arcos; Rolando Martins - Engenheiro Florestal; Joaquim Leonardo-Cmdt Bombeiros Algueirão /Mem Martins; Paulo Baldaia- Comentário Político; Professor Luciano Lourenço - Diretor do núcleo Investigação Cientifica de Incêndios Floestais da Universidade de Coimbra.

  • Benfica defronta hoje o Sertanense no Estádio Cidade de Coimbra

    Desporto

    O Benfica, recordista de títulos na Taça de Portugal de futebol, assinala hoje a entrada em cena dos clubes primodivisionários na prova, ao defrontar o Sertanense, do Campeonato de Portugal, no arranque da terceira eliminatória. O jogo entre o líder da I Liga, em igualdade com o Sporting de Braga, e o oitavo classificado da série C do terceiro escalão - que nunca se defrontaram - tem início marcado para 20h45, no Estádio Cidade de Coimbra, devido à falta de condições do relvado do recinto da equipa da Sertã.

  • O "amor cego" de Francisco por Maria Leal
    35:21
  • Protesto contra abertura de templo a mulheres faz 30 feridos na Índia
    1:36
  • A "bebé milagre" que nasceu com 635 gramas faz 1 ano

    Mundo

    Uma recém-nascida britânica foi apelidada pelos médicos de "bebé milagre" e é fácil perceber porquê: nasceu às 27 semanas de gestação, pesava 635 gramas e sofreu duas paragens cardíacas, que impediram o coração de bater durante 22 minutos. Esta quarta-feira, completou um ano de vida.