País

Foi extinto o incêndio na Camacha, Madeira

HOMEM DE GOUVEIA

O incêndio que deflagrou na noite de quinta-feira na freguesia da Camacha, na Madeira, "está extinto", permanecendo no local meios para a fase de rescaldo e prevenção, disse o secretário com a tutela da Proteção Civil na região.

"Neste momento, podemos dizer que incêndio que deflagrou esta noite na Camacha [concelho de Santa Cruz] está extinto e mantemos meios operacionais no local para ações de rescaldo e de prevenção", afirmou o secretário regional da Saúde madeirense numa conferência de imprensa, ao início da tarde.


Pedro Ramos informou que o alerta para o fogo florestal foi dado por um popular, cerca das 20:40, tendo sido enviados para o local os meios necessários de acordo com a avaliação do Serviço Regional de Proteção Civil.


O governante mencionou que o total de meios humanos afetos ao combate a este incêndio foi de 48, "mais 16 quando começou a fase de substituição", além de 18 veículos, uma ambulância e um helicóptero que começou a participação ao início da manhã de hoje, antecipando a sua atuação para 07:30.


O responsável salientou que "foram reforçados os meios durante a noite" e elogiou o trabalho das sete corporações envolvidas no combate ao fogo, nomeadamente os municiais de Santa Cruz, Machico, Voluntários Madeirenses, Sapadores do Funchal, de Câmara de Lobos, Ribeira Brava e Santana.


Pedro Ramos destacou a importância da circunscrição do fogo, o que permitiu que o helicóptero atuasse de forma mais eficaz.


O secretário madeirense referiu que permanecem no local 40 operacionais e 12 viaturas para ações de rescaldo e prevenção.


Também fez um apelo à população da Madeira para "estar atenta, evitar fazer fogueiras e queimadas num tempo em que temperaturas são elevadas", para evitar este tipo de situações.


Até hoje, a Madeira registou neste verão "três incêndios com alguma dimensão", adiantou Pedro Ramos, sublinhando que "o meio aéreo foi utilizado com alguma eficácia e eficiência".

Lusa

  • Acidente que vitimou duas pessoas em Pavia originou incêndio rural
    1:19

    País

    Um violento acidente em Pavia, no concelho de Mora, fez este sábado dois mortos e quatro feridos. As vítimas mortais são dois dos três ocupantes de um carro com matrícula estrangeira. O choque entre os dois veículos acabou ainda por dar origem a um incêndio rural que mobilizou 57 operacionais auxiliados por três meios aéreos.

  • Sobe para 43 o número de mortos na queda da ponte em Génova
    1:52
  • Temperaturas voltam a subir este fim-de-semana
    1:48

    País

    As temperaturas voltam a subir este fim-de-semana e podem rondar os 40º em algumas regiões do país. Há 15 distritos sob aviso amarelo devido ao calor e sete em alerta vermelho pelo risco de incêndio. O ministro da Administração Interna já decretou a situação de alerta até a próxima quarta-feira.

  • Daimler chama às oficinas um milhão de carros

    Economia

    O fabricante automóvel alemão Daimler pediu que um milhão de veículos sejam levados às oficinas por suspeita de terem um sistema para manipular as emissões de gases poluentes, afetando praticamente todas as classes, divulga este sábado um jornal.