País

Número de feridos no fogo de Monchique sobe para 41, incluindo 22 bombeiros

Número de feridos no fogo de Monchique sobe para 41, incluindo 22 bombeiros

A segunda comandante operacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) deu hoje o incêndio que lavra há uma semana em Monchique como dominado, mas sublinhou que ainda não é o momento de cruzar os braços. Patricia Gaspar atualizou também o número de feridos para 41, um deles em estado grave. Entre os feridos, incluem-se 22 bombeiros.    

  • Fogo "dominado" em Monchique
    2:44

    País

    O incêndio que começou há uma semana em Monchique foi dado como "dominado". A informação foi confirmada esta manhã pela 2.ª comandante da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC). Patrícia Gaspar atualizou também o balanço de vítimas do incêndio, que é agora de 41 feridos, um em estado grave.

  • Fogo em Monchique e estratégias da ANPC em debate
    17:47

    Edição da Noite

    Esta quinta-feira, na Edição da Noite da SIC Notícias, o fogo de Monchique e as estratégias da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) estiveram em debate com: : Ricardo Ribeiro - Presidente ASPROCIVIL/Cndt Bombeiros de Paço de Arcos; Rolando Martins - Engenheiro Florestal; Joaquim Leonardo-Cmdt Bombeiros Algueirão /Mem Martins; Paulo Baldaia- Comentário Político; Professor Luciano Lourenço - Diretor do núcleo Investigação Cientifica de Incêndios Floestais da Universidade de Coimbra.

  • "É um disparate" estar a questionar a atuação das forças de segurança
    16:20

    País

    Nos últimos dias, na zona de Monchique, foram retiradas de casa cerca de 300 pessoas, algumas a muito custo. A GNR encontrou resistência dos moradores e há quem se queixe de ter sido levado à força. O advogado Paulo Saragoça da Mata, em entrevista à SIC Notícias, considera que "é uma tempestade num copo de água" questionar a forma como atuaram as forças de segurança. Já o psiquiatra João Redondo alerta para o impacto que as perdas vão ter em algumas famílias.

  • Marcelo não vai a Monchique para “não perturbar operações”
    3:21

    País

    Ao contrário do que aconteceu em Pedrógão, o Presidente da República e o primeiro-ministro têm-se mantido afastados do teatro de operações do incêndio de Monchique. Depois dos trágicos incêndios em 2017, que valeram duras críticas ao poder político, há comportamentos que se repetem.

  • Rui Rio reúne vice-presidentes do PSD em dois jantares em Aveiro
    1:08