País

PS Madeira vai requerer audição a responsáveis da Binter sobre voos cancelados

Os deputados socialistas na Assembleia da Madeira anunciaram sexta-feira que vão requerer uma audição no parlamento regional aos responsáveis da transportadora aérea espanhola Binter, sobre os cancelamentos de voos entre as ilhas do arquipélago.

Em comunicado, o grupo parlamentar socialista insular refere que vai levar este problema também ao ministro do Planeamento e Infraestruturas.

"A ligação aérea entre a Madeira e o Porto Santo é uma concessão com obrigações de serviço público, concessionada recentemente à transportadora Binter pelo Estado Português", dizem os deputados do PS insular, salientando que esta operação "não está a cumprir com o serviço público acordado aquando do acordo de concessão".

Os socialistas escrevem que os 12 cancelamentos conhecidos, alegadamente por "razões operacionais, deixam muitas dúvidas se, de facto, as razões evocadas, nestes dias, correspondem a essa natureza tipificada na Legislação".

No mesmo documento, o PS/Madeira refere que "atrasos e cancelamentos sucessivos em plena época estival, em que estas ligações são vitais para o Porto Santo, ultrapassa tudo o que é minimamente razoável".

No entender dos deputados socialistas regionais, "as notícias vindas a público e os relatos dos passageiros levam a crer que a Binter, além de não cumprir o Serviço Público a que está obrigada, está a dar prioridade às ligações que tem com as Canárias".

Para os socialistas, isto é uma evidência de "um claro incumprimento para com as responsabilidades de serviço público, bem como uma clara discriminação em relação aos madeirenses e porto-santenses".

O Governo Regional e diversas forças políticas madeirenses criticaram hoje a transportadora espanhola Binter pelos sucessivos cancelamentos de voos de ligação entre as ilhas da Madeira, exigindo uma solução por parte do executivo nacional.

Lusa

  • Marine Le Pen de fora da Web Summit de Lisboa
    1:41
  • O meu corpo tem muitos anos
    27:49
  • 301 padres terão abusado de mais de 1.000 crianças nos EUA
    2:04

    Mundo

    Mais de 300 padres católicos do estado da Pensilvânia, nos EUA, são acusados do abuso sexual de mais de 1.000 crianças e jovens, ao longo de 70 anos. A acusação foi ontem divulgada, depois de dois anos de investigação às várias dioceses do estado.

  • Olhá Festa em Idães
    7:17