País

Cada vez menos alunos querem ser professores

A formação de professores no ensino superior regista a maior queda de interessados e colocados dos últimos anos, num momento em que a atualidade é marcada por divergências nas negociações entre sindicatos e Governo sobre a carreira docente.

De acordo com os dados hoje divulgados pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), a área de formação de professores, colocou apenas 693 estudantes no ensino superior na primeira fase do concurso nacional de acesso, deixando por preencher quase metade das vagas: ficaram vazios 520 lugares dos 1.204 disponíveis.


Os cursos de formação de professores foram este ano a primeira opção para apenas 519 candidatos, o que representa uma quebra acentuada face a 2017, quando 853 alunos tinham estes cursos como preferência.
Em 2016 e 2017 foram colocados, em cada ano, mais de mil novos alunos na primeira fase do concurso nacional de acesso em cursos de formação de professores.


Em relação a outras áreas de formação, os cursos de informação e jornalismo continuam a suscitar um interesse superior à oferta disponível e deixaram disponíveis para a segunda fase apenas seis das 880 vagas disponíveis.
Direito, ciências físicas e matemática e estatística são áreas onde apenas sobraram poucas dezenas de vagas para a próxima fase de acesso.


Engenharia é o setor de formação com maior número de vagas por preencher, mas é também aquele que maior número de lugares leva a concurso: das 9.277 vagas sobraram 1.829.


Mais de 10% dos candidatos à primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior não conseguiram entrar numa instituição pública, com 43.992 colocados entre 49.362 candidatos, revelam os dados hoje divulgados pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES).


Para as próximas fases de acesso ao ensino superior sobraram este ano 7.290 vagas, mais do que os 6.225 lugares que restaram em 2017.


Os estudantes podem este ano escolher um dos 1.068 cursos disponíveis, entre licenciaturas, mestrados integrados e cursos preparatórios.


Os resultados da primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior são hoje divulgados pela DGES, no seu portal (http://www.dges.gov.pt), a partir das 00:00, ficando ainda disponíveis para consulta pelos alunos através da aplicação para telemóvel ES Acesso.


As candidaturas à segunda fase do concurso nacional de acesso decorrem entre 10 e 21 de setembro, para a qual ficam disponíveis as vagas sobrantes da primeira fase, as vagas da primeira fase para as quais não se tenha concretizado a matrícula dos alunos colocados e as vagas da primeira fase libertadas por alunos que tentem outra colocação na segunda.


Os resultados da segunda fase do concurso são divulgados a 27 de setembro.

Lusa

  • A "pena maior" de Constantino Oliveira
    26:03
  • CNN vs. Donald Trump
    1:50