País

Autoridade da Concorrência acusa cinco empresas por cartel ligado à ferrovia

Stephane Mahe

Num comunicado enviado esta sexta-feira às redações, a Autoridade da Concorrência acusa cinco empresas de manutenção de ferrovias de manipulação de concursos da Infraestruturas de Portugal.

As empresas dos grupos Mota-Engil, Comsa, Somague, Teixeira Duarte e Vossloh foram acusadas de terem constituído um cartel ligado à ferrovia.

Segundo a Autoridade da Concorrência, manipularam as propostas apresentadas nos concursos lançados pela Infraestruturas de Portugal e celebraram acordos entre elas, de forma a conseguirem fixar os preços da prestação dos serviços.

A acusação atinge diretamente seis administradores, alegadamente envolvidos no esquema.

  • Trabalhadores da Infraestruturas de Portugal pedem mais investimento na manutenção
    1:07

    País

    A Comissão de Trabalhadores da empresa Infraestruturas de Portugal, que esteve reunida esta quinta-feira com o PSD, apela ao Governo para que invista na manutenção do material circulante. Os sociais-democratas querem explicações sobre o estado da ferrovia, mas não veem necessidade de antecipar a comissão permanente para discutir o tema, como propôs o CDS.

  • O sonho americano
    12:13
  • Mantém-se impasse no Brexit
    2:14