País

Governo garante que não há portugueses entre os afetados pelo furacão Florence

Randall Hill

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas afirmou esta sexta-feira que nenhum cidadão português sofreu prejuízos na passagem do furacão Florence, que está a atingir os Estados Unidos, e que o Governo está a acompanhar o alerta de "super tufão" em Macau."

O nosso gabinete consular está a acompanhar, mas para já, de acordo com as informações que temos, não há cidadãos portugueses que tenham sido objeto de quaisquer prejuízos causados por este tufão", disse José Luís Carneiro, à margem iniciativa "Diálogos com as Comunidades: Leis eleitorais + Participação", na Embaixada de Portugal em Bruxelas.

O Secretário de Estado explicou que nos Estados Unidos, "nomeadamente na Carolina do Norte, Carolina do Sul, Virgínia, e Geórgia", há um conjunto de cidadãos portugueses que estão "organizados no sentido de se auxiliarem e de mutuamente se protegerem, nomeadamente na permuta de informações".

"A própria embaixada tem um conjunto de conselhos que são conferidos a todos os portugueses que vivem naquela jurisdição", pontuou.O furacão Florence, que atingiu hoje de manhã a costa atlântica dos Estados Unidos, representará ainda uma "grande ameaça" nas próximas entre 24 e 36 horas, advertiu a Agência Federal das Situações de Emergência norte-americana (FEMA).

Acompanhado de chuvas diluvianas e ventos violentos, o Florence tocou terra no Estado da Carolina do Norte às 07:15 locais (12:15 de Lisboa) e já causou enormes inundações, encurralando os habitantes em casa.

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas abordou ainda a previsão de que um "super tufão" atinja Macau no domingo."Neste momento, o gabinete de emergência consular do Ministério dos Negócios Estrangeiros acompanha o tufão que tem vindo a aproximar-se das jurisdições consulares que temos um Macau, em Cantão, em Xangai, e na China.

Foi constituída uma célula de emergência na estrutura consular de Macau que está articulada com as autoridades de proteção civil de Macau e também com as autoridades de emergência consular do nosso MNE", indicou.

Os Serviços Meteorológicos e Geológicos desativaram na quinta-feira todos os alertas de tempestade, num momento em que o ciclone tropical Barijat se afasta do território, mas as autoridades preveem que um "super tufão" atinja Macau no domingo.

Todos os sinais de tempestade tropical foram cancelados às 10:00 (03:00 em Lisboa), quando o ciclone Barijat se encontrava a 330 quilómetros de Macau.

Contudo, as autoridades da Proteção Civil de Macau, que se reuniram na quarta-feira de emergência, admitiram a possibilidade de içar o sinal 10 de tempestade tropical, o máximo, no domingo, com a chegada do "super tufão" Mangkhut ao mar do Sul da China.

Lusa

  • Geórgia declara emergência devido ao furacão

    Mundo

    O governador da Geórgia, nos Estados Unidos da América, declarou esta quarta-feira o estado de emergência para todos os 159 condados, uma vez que os meteorologistas admitem a possibilidade de o furacão Florence alterar a sua rota para sudoeste.

  • Primeiros efeitos do furacão Florence nos EUA
    0:59

    Mundo

    O furacão Florence está a menos de 50 quilómetros da costa dos Estados Unidos e já começam a sentir-se alguns efeitos. Há registo de várias zonas inundadas, sobretudo na Carolina do Norte. Por causa das chuvas fortes, vários rios transbordaram e há quase 190 mil casas sem eletricidade. 

  • Furacão Florence a caminho do leste dos EUA

    Mundo

    A tempestade tropical Florence intensificou-se e transformou-se em furacão, estando prevista a sua passagem pela Carolina do Norte, Carolina do Sul e Virgínia, nos Estados Unidos, no final da semana, adiantou hoje o Centro Nacional de Furacões.

  • Três mortos, três feridos graves e quatro polícias detidos em Díli

    Mundo

    Três jovens morreram e três estão em estado grave no hospital nacional Guido Valadares, em Díli, alvejados por um polícia fora de serviço durante uma discussão numa festa em Díli, disse fonte hospitalar. Quatro polícias timorenses foram hoje detidos e suspensos preventivamente por estarem armados fora de serviço.

  • Cães de busca e salvamento treinam na Maia
    1:53

    País

    As várias valências da Proteção Civil realizaram hoje um simulacro com equipas cinotécnicas para possíveis cenários de catástrofe. Os cães são muitas vezes essenciais no salvamento de encarcerados ou soterrados e hoje simularam a deteção de vítimas de um sismo, numa antiga unidade fabril da Maia.

  • Pertual: Portugal em Mirandês
    19:02
  • O plástico invadiu a Biosfera
    5:45
  • PSD tem a maior queda e vê PS subir nas intenções de voto
    2:22