País

UE tem assuntos mais importantes a resolver do que mudança de hora

UE tem assuntos mais importantes a resolver do que mudança de hora

O Presidente da República defendeu hoje que a União Europeia tem assuntos mais importantes a resolver do que a questão da mudança da hora, sobre a qual não quis revelar já a sua posição.

"Se me quiserem perguntar em Portugal, eu tenho uma opinião pessoal, que evitei pronunciar-me sobre ela para não criar um problema institucional", declarou aos jornalistas, no Castelo de Riga, na Letónia, no final da 14.ª reunião do Grupo de Arraiolos, que junta chefes de Estado da União Europeia sem poderes executivos.

Questionado se há algum desentendimento com o Governo sobre esta matéria, Marcelo Rebelo de Sousa respondeu que "não há desentendimento nenhum, porque ainda ninguém definiu qual é a posição".

"Simplesmente, eu não quero correr o risco de, ao definir a minha posição pessoal, depois descobrir que o parlamento tem uma posição muito diferente ou o Governo tem uma posição diferente. Veremos", justificou.

Embora sem revelar a sua posição, o chefe de Estado desvalorizou este tema, sustentando que "pode ser ou não um problema europeu, considerado como suficientemente importante para ser um problema europeu", e acrescentou: "Nesta reunião, não foi considerado".

"Vejam bem o seguinte: nós já temos alguns problemas para resolver. Se me perguntassem se [a questão da mudança de hora] é, em termos europeus, mais importante do que o quadro financeiro plurianual - não é, certamente. Mais importante do que prevenir crises económicas e monetárias, não é certamente. Do que as migrações e refugiados, não é", reforçou. "Se, depois de resolvido tudo isso ou simultaneamente com a resolução disso, for possível debater esse ponto, veremos", completou.

Interrogado se pensa que a questão mudança está em cima da mesa para esconder a dificuldade em resolver outros problemas da União Europeia, Marcelo Rebelo de Sousa disse: "Eu espero que não, porque eu quero que os outros problemas sejam resolvidos, que não deixem de ser resolvidos por causa da mudança da hora".

  • Diretor do Museu Serralves demite-se

    Cultura

    O diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, apresentou esta sexta-feira o pedido de demissão à administração da Fundação Serralves.

  • Filho de José Eduardo dos Santos vai a tribunal pelo "caso dos 500 milhões"
    1:44

    Mundo

    O filho do ex-Presidente angolano José Filomeno dos Santos e o ex-governador do Banco Nacional de Angola Valter Filipe enfrentam a acusação do Ministério Público, no chamado "caso dos 500 milhões", que os acusa de alegada associação criminosa, fraude e branqueamento de capitais. Em Luanda, a Procuradoria-Geral da República confirmou o envio do processo para tribunal.

  • Personalidades do futebol dizem que Ronaldo foi vítima de excesso de zelo
    2:03

    Desporto

    A UEFA vai anunciar o castigo de Cristiano Ronaldo na próxima quinta-feira, depois do cartão vermelho que o internacional português recebeu no jogo da Liga dos Campeões. O castigo pode ir de um a três jogos de suspensão. Várias personalidades do mundo do futebol acreditam que o jogador foi vítima do excesso de zelo do árbitro.

  • PGR de Angola confirma detenção de antigo ministro

    Mundo

    A Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola confirmou esta sexta-feira a detenção do antigo ministro dos Transportes angolano, Augusto Tomás, indiciado pela prática dos crimes de peculato, corrupção, branqueamento de capitais, entre outros puníveis pelo Código Penal.