País

Um ano depois da queda da avioneta na Caparica ainda não há respostas

ANDR\303\211 KOSTERS

Mais de um ano depois da queda de uma avioneta na Praia de S. João da Caparica, as famílias das duas vítimas mortais ainda aguardam a conclusão do inquérito crime e do gabinete de investigação a acidentes com aeronaves.

No dia 2 de agosto do ano passado, Sofia, de 8 anos e José Lima, de 56, perderam a vida atropleados pelo aparelho que fez uma aterragem de emergência a meio da tarde e em pleno areal repleto de banhistas.

O instrutor e o aluno que seguiam na avioneta foram constituídos arguidos por eventual crime de homicídio por negligência mas, até ao momento, o caso ainda não teve desfecho.

  • SIC no voo inaugural do novo avião da TAP A330 Neo
    2:19