País

32% das crianças entre os 2 e os 10 anos têm excesso de peso

Juan Carlos Ulate

No Dia Mundial da Obesidade que hoje se assinala, a Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) alerta para o facto de 32% das crianças portuguesas entre os 2 e os 10 anos terem excesso de peso, das quais 14,6% são obesas. A propósito deste dia, recuperamos a Grande Reportagem sobre alimentação "Somos o que comemos".

O resultados do estudo realizado pela APCOI em parceria com o Instituto de Saúde Ambiental da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (ISAMB/FMUL) resultam da análise de uma amostra de 12.764 alunos de todos os distritos de Portugal que participaram no projeto "Heróis da Fruta" no ano letivo 2017-2018, revela a APCOI em comunicado.

Ranking de excesso de peso/obesidade nos vários distritos

As crianças de Viana do Castelo foram as que apresentaram a maior percentagem de excesso de peso com 41,1% / obesidade infantil com 30,8%

Região Autónoma dos Açores com 37,7%.

Braga com 37,3%,

Região Autónoma da Madeira (obesidade = 20%) e Vila Real com 37% (Vila Real é o distrito com a segunda maior percentagem de crianças obesas = 20,3%)

Viseu com 36,7%,

Aveiro com 36,2%,

Castelo Branco com 35,3% (percentagem de crianças obesas=18,1%)

Bragança com 33,5%,

Leiria com 33%,

Porto com 32,3%,

Santarém com 31,7%,

Setúbal com 31,1%,

Lisboa com 28,3%,

Coimbra e Portalegre com 27,9%,

Évora e Guarda com 27,5%, (percentagem de crianças obesas na Guarda = 15,6%)

Faro com 26,2%

Beja com 19%

  • Grande Reportagem Interativa "Somos o que comemos"

    Grande Reportagem Interativa

    (Originalmente publicado a 02.04.2015) Com a Grande Reportagem SIC estreamos um formato interativo onde pode encontrar mais conteúdos . Guiados pela pediatra Júlia Galhardo mostramos-lhe, por exemplo, como preparar pequenos almoços equilibrados ou como convencer crianças e adolescentes a comer peixe e legumes. Com o contributo de alguns dos maiores especialistas de cada área, pode aprofundar questões como o papel da alimentação na prevenção do cancro desde a infância ou as dependências alimentares. Textos, vídeos, entrevistas e gráficos que poderá explorar, ao seu ritmo. O próximo conteúdo interativo vai acontecer aos 4 minutos e 29 segundos.

  • Os excessos dos portugueses à mesa
    2:13

    País

    3,5 milhões comem carne a mais. Também se está a ingerir açúcar e sal em excesso. Mais de metade são obesos ou têm pré-obesidade. São surpreendentes os resultados de um estudo sobre os hábitos alimentares dos portugueses. 

  • Três propostas de pequeno-almoço

    País

    O pequeno-almoço deve fornecer 20 a 25% das necessidades calóricas diárias. Deve ser variado ao longo da semana. Os nutricionistas recomendam que inclua três componentes: fruta, cereal e lacticínios (ou outra forma de proteína). A pediatra Júlia Galhardo apresenta três propostas.

  • Portugueses têm menos filhos do que gostariam

    País

    A diretora da representação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) disse esta sexta-feira que em Portugal a fertilidade desejada está bastante abaixo da realizada, tendo o país uma taxa de fecundidade baixa.