País

Sindicato dos funcionários judiciais desafia Governo a acabar com greve que pode ir até janeiro

Sindicato dos funcionários judiciais desafia Governo a acabar com greve que pode ir até janeiro

Os funcionários judiciais estão em greve parcial até ao final do ano, por melhorias nas carreiras, remunerações, aposentação e estatuto profissional. Esta manhã, em Santo Tirso, o presidente do sindicato Fernando Jorge prometeu suspender a paralisação se o Governo abrir as portas à negociação.