País

Catarina Almeida foi para a Síria à procura do filho que se juntou ao Daesh

Exclusivo SIC

Catarina Almeida foi para a Síria à procura do filho que se juntou ao Daesh

Catarina Almeida tem ligações familiares à Guarda, cidade onde os pais ainda possuem uma casa. Era ali que costumava passar férias, mas nada indica que tenha nacionalidade portuguesa. A mulher esteve na Guarda antes de viajar para a Síria, em missão de resgate do filho que se juntou ao Daesh.

  • Portuguesas ligadas ao Daesh pedem ajuda ao Governo para regressarem a Portugal
    8:49

    Daesh

    Duas portuguesas estão num campo das Nações Unidas, na Síria, depois de terem sido capturadas pelas forças curdas ao Daesh. Vânia Cherif vivia em França, chegou à Siria há três anos com o marido, jihadista do Daesh, que atualmente está detido. Catarina Almeida também vivia em França quando seguiu para a Síria há quatro anos atrás do filho, combatente do grupo radical islâmico.

  • Maria Delfina está determinada a ir à procura da filha na Síria
    2:47

    País

    Há quase um ano que a mãe de Vânia Cherif tenta ajuda das autoridades portuguesas para retirar a filha da Síria e trazê-la de volta para Portugal, mas a diplomacia não tem dado resposta aos seus apelos. A família da jovem diz que nunca desconfiou da ligação do genro ao Daesh e acredita que Vânia foi enganada. Cansada de esperar por resultados da diplomacia portuguesa, Delfina está determinada a ir ao encontro da filha.

  • O sonho americano
    12:13
  • Mantém-se impasse no Brexit
    2:14