País

Polícia Científica da PJ envolvida nas investigações em Borba

Uma equipa do Laboratório de Polícia Científica (LPC) da PJ está, desde hoje, envolvida nas investigações do incidente em pedreiras e colapso de um troço de estrada, em Borba, com vítimas mortais, revelou à agência Lusa fonte policial.

De acordo com a mesma fonte, além do LPC de Lisboa, a investigação conta com uma segunda equipa composta por inspetores da Unidade Local de Investigação Criminal de Évora.

Ambas as equipas de inspetores da Polícia Judiciária (PJ) iniciaram hoje de manhã em Borba, distrito de Évora, as investigações para apurar as circunstâncias do deslizamento de terras para pedreiras e o colapso de um troço de cerca de 100 metros de estrada.

A mesma fonte policial referiu que as averiguações se estendem tanto às pedreiras atingidas, como ao colapso da estrada.

"Estamos numa fase inicial da investigação", referiu a fonte, ressalvando que o processo está em segredo de justiça.

A intervenção da PJ surge na sequência de um inquérito instaurado pelo Ministério Público (MP) ao acidente ocorrido na tarde de segunda-feira na zona de Borba, distrito de Évora, e que provocou, pelo menos, dois mortos, além de haver três pessoas desaparecidas.

O MP instaurou um inquérito para "apurar as circunstâncias que rodearam a ocorrência", segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR).

O deslizamento de um grande volume de terras da estrada, que provocou "a deslocação de uma quantidade muito significativa de rochas, de blocos de mármore e de terra para o interior de pedreiras contíguas ocorreu às 15:45 de segunda-feira.

Lusa

  • Esta casa foi construída por uma impressora 3D
    16:27
  • Dia extra na cimeira para se alcançar acordo sobre o clima
    1:21
  • O sonho americano
    12:13