País

Governo surpreendido com greve nos comboios enquanto decorrem negociações

Governo surpreendido com greve nos comboios enquanto decorrem negociações

Tribunal arbitral não decretou serviços mínimos.

Os trabalhadores do setor ferroviário cumprem esta sexta-feira uma greve de 24 horas. O Governo afirma que as negociações estão em curso e que, por isso, a greve é uma surpresa.

CP informa que não serão disponibilizados transportes alternativos

Numa informação enviada aos passageiros por 'email', a CP referiu que, "por motivo de greve convocada por diversas organizações sindicais, preveem-se supressões de comboios a nível nacional em todos os serviços no dia 7 de dezembro".

A CP disse, contudo, que permitirá o reembolso no valor total do bilhete adquirido, ou a sua revalidação, sem custos, para os passageiros já tenham bilhetes adquiridos para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades, InterRegional, Regional e Celta.

"Estes pedidos devem ser apresentados nas bilheteiras ou no formulário de contactos, até 10 dias após terminada a greve", detalha a transportadora rodoviária.

Os trabalhadores da CP, da EMEF e da Infraestruturas de Portugal vão fazer uma greve de 24 horas na sexta-feira, em defesa da negociação de melhores condições de trabalho.

  • Esta casa foi construída por uma impressora 3D
    16:27