País

Grupo de reclusos ameaça fazer greve ao trabalho

Grupo de reclusos ameaça fazer greve ao trabalho

Queixam-se de que os serviços mínimos decretados pelo tribunal não estão a ser cumpridos.

Um grupo de reclusos de vários estabelecimentos prisionais ameaça fazer greve ao trabalho a partir de 6 de Janeiro, se os guardas prisionais prolongarem a paralisação.

O mesmo disseram à SIC alguns advogados, segundo os quais há reclusos que na semana do Natal não tiveram acesso à visita familiar decretada pelo tribunal.

Ao final do dia, o gabinete da ministra da Justiça confirmou, numa nota enviada à SIC, que até sexta-feira não tinha recebido a carta dos reclusos.

Já a propósito da greve dos guardas prisionais, a mesma nota dava conta de que o ministério estava disponível para aceitar algumas das reivindicações dos sindicatos, nomeadamente a equiparação do estatuto do corpo da guarda ao da PSP.

A proposta do ministério foi enviada aos sindicatos no dia 20 de dezembro, mas até à data o gabinete da ministra não obteve resposta dos sindicatos.