País

Empresa ilibada de pagar indemnização a vítima de surto de legionella

O surto que atingiu Vila Franca de Xira em 2014 foi considerado dos mais graves do mundo e matou 14 pessoas.

A empresa ADP-Fertilizantes foi ilibada de pagar 200 mil euros a uma das vítimas do surto de legionella que, em 2014, atingiu Vila Franca de Xira.

Segundo o jornal Público, o tribunal não conseguiu provar que a estirpe da bactéria que matou a vítima foi a mesma detetada nas instalações.

A sentença esclarece ainda que empresa respeitou as normas de desinfeção das torres de refrigeração.

O surto foi considerado dos mais graves do mundo e matou 14 pessoas.