E se fosse consigo?

Luís Henriques ficou de fora em concursos de emprego onde "era o melhor"

Luís Henriques ficou de fora em concursos de emprego onde "era o melhor"

Luís Henriques desde que se lembra foi tratado da mesma maneira que os dois irmãos. A irmã mais velha que os criou nunca o protegeu por ser diferente. Na escola foi difícil. A crueldade dos miúdos magoa. As próteses nas pernas e a falta de dedos tornava-o diferente aos olhos das "crianças ditas normais". Em adulto, já esteve duas vezes desempregado, mas não desistiu. Estudou. Em vários concursos de emprego onde diz que "era o melhor" ficou de fora. Não pelas suas capacidades, mas "pela ignorância das pessoas". Hoje é efectivo numa grande empresa "mas quer muito mais".

  • A SIC foi conhecer o homem que ajuda a encontrar crianças açorianas levadas para os EUA
    1:07
  • 3º dia de interrogatórios no TIC do Porto por suspeitas no Turismo do Porto e Norte
    1:03

    País

    Pelo terceiro dia consecutivo, continuam a ser ouvidos os arguidos da Operação Éter, que investiga um alegado esquema de corrupção orquestrado pelo presidente do Turismo do Porto e do Norte que terá lesado o Estado em cinco milhões de euros. Esta manhã começou a prestar depoimento uma jurista da instituição que diz que a sua detenção foi completamente descabida e exagerada.

  • EUA rasgam acordo nuclear com a Rússia assinado antes da guerra fria
    1:33
  • As imagens da festa privada que acabou mal nos EUA: piso colapsa e arrasta dezenas de jovens
    0:31