Violência doméstica

Entrevista alargada a Fátima Teixeira

E SE FOSSE CONSIGO?

Entrevista alargada a Fátima Teixeira

Foram precisos 46 anos para Fátima ganhar coragem para denunciar os maus-tratos de foi vítima. Dois casamentos, duas histórias de violência e insultos de que hoje já consegue falar. Fátima perdeu o medo, e deixa um conselho a todas as mulheres que sofrem às mãos de maridos ou namorados: "Não sofram! Ganhem coragem, participem deles".

  • Piloto que morreu no Estoril terá ficado sem travões
    1:17
  • Empresa de segurança sob suspeita na Guarda
    4:47
  • O embaraço do príncipe Harry
    0:29