Vidas Suspensas

O "amor cego" de Francisco por Maria Leal - 2.ª Parte

O "amor cego" de Francisco por Maria Leal - 2.ª Parte

O "Vidas Suspensas" regressou esta terça-feira ao Jornal da Noite com a segunda parte do caso de Francisco d'Eça Leal, um jovem que acusa a ex-mulher de lhe ter gastado 1 milhão de euros da herança que recebeu do pai. A queixa-crime que apresentou contra a cantora Maria Leal está parada na Justiça há três anos.

Veja ou reveja aqui a primeira parte desta reportagem e aqui a resposta de Maria Leal.

  • Mãe de Francisco: "Não encontrei razões para interditar o meu filho"
    0:38

    Vidas Suspensas

    Quando, aos 21 anos, herdou uma fortuna deixada pelo pai (que acabaria por gastar em poucos anos de casamento com Maria Leal), Francisco D´Eça apresentava um estado de saúde físico e emocional de grande fragilidade. A mãe, Júlia Correia, que há anos não vivia com o pai de Francisco, reconhece à SIC (programa "Vidas Suspensas", terça-feira, 21 horas) que, se fosse hoje, agiria certamente de outra maneira quanto a um eventual processo de interdição do filho. À data, ficou descansada depois de uma conversa com o médico: apesar de medicado, Francisco poderia ter uma vida normal. Além disso, tinha encontrado uma namorada, Maria Leal, de quem gostava.

  • As respostas às perguntas de familiares e amigos de Francisco d´Eça Leal
    0:44

    Vidas Suspensas

    No segundo episódio de "Vidas Suspensas" (terça-feira, 21h00, na SIC), a jornalista Sofia Pinto Coelho procura responder às questões que familiares, amigos e vizinhos de Francisco d´Eça Leal levantam perante o drama do jovem a quem o pai deixou uma fortuna (550 mil euros em dinheiro e 4 apartamentos em Lisboa) e que hoje vive da ajuda da Santa Casa da Misericórdia.

  • Maria Leal reage à queixa do marido: "Ele quer é protagonismo"
    1:07

    Vidas Suspensas

    Francisco d'Eça Leal, o jovem que hoje vive de uma pequena pensão de invalidez e da ajuda da paróquia e da Santa Casa da Misericórdia, apresentou uma queixa-crime contra a mulher, a cantora Maria Leal, na expectativa de ainda conseguir reaver algum dinheiro da fortuna que herdou do pai – mais de 1 milhão de euros. Às acusações do ainda marido (o processo do divórcio está a decorrer), segundo as quais foi Maria Leal a principal responsável pela delapidação do património, a cantora limita-se a responder: "Não vou alimentar uma mentira. Eu sei que ele quer é protagonismo." A história de Francisco é o tema de mais um "Vidas Suspensas" (terça-feira, às 21h00, na SIC).

  • Queixa contra Maria Leal por coação e extorsão parada há 3 anos
    1:08

    Vidas Suspensas

    A queixa-crime que Francisco D´Eça Leal apresentou contra a (ainda) mulher, Maria Leal, por coação e extorsão, está parada há 3 anos, desconhecendo-se sequer se a polícia já interrogou alguém. Maria Leal garante desconhecer qualquer queixa contra ela e considera o assunto encerrado. Por sua vez, o advogado de Francisco, José Gabriel Simões Almeida, garante que o jovem revela "notórias fragilidades" que alguém terá explorado "dando uma aparência de legalidade". Acrescenta que é um processo que "foge à rotina dos tribunais" e "aos crimes típicos", exigindo por isso "um olhar diferente e mais aprofundado." A vida de Francisco é o tema de "Vidas Suspensas", terça-feira, 21 horas, na SIC.

  • Sismo de 3.4 sentido no litoral norte do país

    País

    Um sismo de 3.4 na escala de Richter foi registado por volta das 20:00. Segundo as informações, todo o norte litoral do país sentiu o abalo, nomeadamente os distritos de Porto, Braga e Viana do Castelo.

  • Pertual: Portugal em Mirandês
    19:02
  • O plástico invadiu a Biosfera
    5:45
  • PSD tem a maior queda e vê PS subir nas intenções de voto
    2:22
  • Muitos britânicos querem segundo referendo ao Brexit
    2:02