sicnot

Perfil

  • Vidas de fogo

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • Johnny Depp pede desculpa por piada a sugerir assassínio de Trump

    Mundo

    Johnny Depp pediu esta sexta-feira desculpa por ter feito uma piada sobre assassinar Donald Trump, durante a sua atuação no Festival de Glastonbury, em Inglaterra. "Quando foi a última vez que um ator assassinou um Presidente?", foi assim que o ator e músico falou para a multidão que o estava a ver. Contudo, as declarações não foram bem recebidas pela Casa Branca, que emitiu um comunicado a condenar as palavras.

  • Estrela de Glee agora chama-se Jake Zyrus

    Cultura

    A estrela de Glee, Charice Pempengo, tem um novo nome: Jake Zyrus. A mudança foi feita através das redes sociais, com a mudança do nome e a eliminação das fotografias anteriores.

  • Obrigado (outra vez)

    Há um ano contei uma história de bombeiros que por estes dias voltou a circular na rede. Não há mal. A causa é boa. Chamava-se, a história, obrigado. Agora, hoje, do meio do inferno, tenho de dizer Obrigado. Outra vez.

    Pedro Cruz

  • Responsabilidades políticas começaram com o primeiro Governo de Cavaco Silva
    15:37

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares esteve esta segunda-feira na edição especial da SIC Notícias sobre a tragédia de Pedrógão Grande. O comentador da SIC diz que é preciso meditar sobre o "erro coletivo" do país, não pensar no futuro; e defende que as responsabilidades políticas deste incêndio começaram em 1987, com o primeiro Governo de Cavaco Silva. Miguel Sousa Tavares defende ainda que Portugal precisa de parar para pensar.

    Miguel Sousa Tavares

  • Portugal vai querer uma explicação "muito concreta" sobre a tragédia
    16:53

    Opinião

    José Gomes Ferreira e Eduardo Oliveira e Sousa, presidente da CAP, estiveram esta segunda-feira, na emissão especial da SIC Notícias, onde analisaram a tragédia de Pedrógão Grande. O incêndio fez pelo menos 64 mortos e mais de 130 feridos. O presidente da Confederação de Agricultores de Portugal defende o trabalho que deve ser feito na prevenção dos incêndios. Já José Gomes Ferreira acredita que o país vai querer uma explicação "muito concreta" que é: "porque é que aquelas estradas da região, no caminho do fogo, não foram cortadas".

  • "Precisamos de recuperar os guardas florestais"
    6:00

    Opinião

    No Jornal da Noite deste domingo o espaço de comentário de Luís Marques Mendes foi totalmente dedicado ao incêndio em Pedrógão Grande que fez dezenas de mortos e feridos. O comentador da SIC afirmou ter ficado impressionado com os relatos dos habitantes e falou ainda na importância de trazer de volta os guardas florestais.

    Luís Marques Mendes

  • A fogueira da Nova Inquisição, que crepita nas Redes Sociais, está a queimar o Jornalismo

    José Gomes Ferreira

    Há uma grande fogueira nas redes socais que está a ser atiçada pelos novos inquisidores dos tempos modernos. Os novos inquisidores, quando não gostam do Jornalismo Livre e Independente acusam os jornalistas que o praticam de serem do Partido A ou do Partido B ou C. Colam-lhes um rótulo à volta do nome, atiram-nos para a fogueira das redes sociais e atiçam as chamas. Os autos-de-fé são rápidos e eficazes. Basta um dos atiçadores dizer que um jornalista é um pau mandado do líder de um partido e logo a turba corre a ir buscar a fita do rótulo partidário e a colá-la ao nome desse jornalista em tudo o que é rede social.