Última Edição

1
0:05

Última Edição

2
0:26

Bloco considera medidas aprovadas pelo TC "socialmente injustas"

3
0:28

PCP defende que "excecionalidade" do acórdão do TC pode travar cortes definitivos

4
0:38

PSD congratula-se com decisão do Constitucional

5
0:37

CDS considera que decisão do TC vai beneficiar execução orçamental

6
3:45

Despacho do caso Meco revela que João Gouveia foi encontrado em quase falência vital

7
1:32

Famílias das vítimas do Meco vão avançar para processo cível

8
2:11

MIT seleciona estudante de Braga que criou plataforma de apostas no Euromilhões

9
2:27

Israel apela à população de Gaza para denunciar militantes

10
1:26

Nações Unidas culpam Israel por ataque a escola em Gaza

11
1:43

Pepe agredido com garrafa de água em jogo particular do Real Madrid

12
1:35

"O presidente do Estoril fala demais"

16:34 11.11.2013

Mulher acusada de matar filho recém-nascido julgada este mês em Vagos

Vagos, 11 nov (Lusa) - O Tribunal de Vagos vai começar a julgar este mês uma professora acusada de ter matado um bebé que acabara de dar à luz, ao esconder o recém-nascido na bagageira do seu automóvel.

O caso remonta a 11 de maio de 2011, quando a mulher, de 42 anos, entrou em trabalho de parto, na casa de banho da escola onde lecionava, no concelho de Vagos, e deu à luz "um feto de idade gestacional superior a 37 semanas, sem quaisquer malformações orgânicas ou disfuncionais".

Depois de cortar o cordão umbilical do recém-nascido, a arguida colocou-o dentro de dois sacos de plástico, na bagageira do carro, onde permaneceu dois dias e acabou por morrer asfixiada, refere o Ministério Público (MP).

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Facebook

Mais Populares

Publicidade

Agora

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .