Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
1:15

Confrontos em S. Paulo devido a retoma de hotel ocupado por sem-abrigo

2
1:36

PM britânico volta a apelar ao "não" no referendo sobre independência da Escócia

3
1:08

Seguro propõe reforma do sistema político e aumento das incompatibilidades

4
0:24

Costa diz que redução de deputados é um ataque aos partidos mais pequenos

5
0:44

Paulo Portas diz que vai trabalhar para "a melhor solução possível" do Novo Banco

6
0:40

Soares dos Santos defende aumento do salário mínimo

7
2:42

Advogados alertam para caos nos tribunais sem funcionamento do Citius

8
1:30

Novo medicamento para 150 doentes com hepatite C até ao fim do ano

9
1:58

Chuva intensa põe em causa agricultura e pastagens de verão

10
2:00

Escola em Gondomar fechada no 1º dia de aulas devido à substituição do amianto

11
1:27

Escola primária aberta há 3 meses vai fechar por falta de alunos

16:34 11.11.2013

Mulher acusada de matar filho recém-nascido julgada este mês em Vagos

Vagos, 11 nov (Lusa) - O Tribunal de Vagos vai começar a julgar este mês uma professora acusada de ter matado um bebé que acabara de dar à luz, ao esconder o recém-nascido na bagageira do seu automóvel.

O caso remonta a 11 de maio de 2011, quando a mulher, de 42 anos, entrou em trabalho de parto, na casa de banho da escola onde lecionava, no concelho de Vagos, e deu à luz "um feto de idade gestacional superior a 37 semanas, sem quaisquer malformações orgânicas ou disfuncionais".

Depois de cortar o cordão umbilical do recém-nascido, a arguida colocou-o dentro de dois sacos de plástico, na bagageira do carro, onde permaneceu dois dias e acabou por morrer asfixiada, refere o Ministério Público (MP).

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Facebook

Mais Populares

Publicidade

Agora

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .