Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
1:56

Mais 780 pessoas resgatadas no Mediterrâneo

2
1:37

Autoridades suspeitam de origem criminosa no incêndio de Paris

3
0:39

Ryanair quer aeroporto no Montijo

4
2:42

Centenas de pessoas nos funerais dos três mortos na Quinta do Conde

5
3:44

Jerónimo de Sousa e Catarina Martins no 1ª debate eleitoral

6
1:23

Jerónimo de Sousa e Catarina Martins criticam Paulo Rangel

7
3:08

Os partidos políticos e o (mau) uso das redes sociais

8
1:42

Fosun disponível para fazer parte do pagamento aos lesados do BES

9
1:18

Português detido em Ceuta ao tentar passar migrante marroquina para Algeciras

10
1:00

Sete oficiais da PSP de Braga denunciam pressões dos clubes de futebol

11
2:19

Carrillo terá compromisso com FC Porto

12
1:37

Rivaldinho assina por três épocas com o Boavista

16:34 11.11.2013

Mulher acusada de matar filho recém-nascido julgada este mês em Vagos

Vagos, 11 nov (Lusa) - O Tribunal de Vagos vai começar a julgar este mês uma professora acusada de ter matado um bebé que acabara de dar à luz, ao esconder o recém-nascido na bagageira do seu automóvel.

O caso remonta a 11 de maio de 2011, quando a mulher, de 42 anos, entrou em trabalho de parto, na casa de banho da escola onde lecionava, no concelho de Vagos, e deu à luz "um feto de idade gestacional superior a 37 semanas, sem quaisquer malformações orgânicas ou disfuncionais".

Depois de cortar o cordão umbilical do recém-nascido, a arguida colocou-o dentro de dois sacos de plástico, na bagageira do carro, onde permaneceu dois dias e acabou por morrer asfixiada, refere o Ministério Público (MP).

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

País

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .