Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
2:02

PSD não tem pressa em apresentar programas nem medidas eleitorais

2
2:28

Santos Silva com pulseira eletrónica após seis meses de preventiva

3
1:23

Carlos Costa já mostrou disponibilidade para continuar no Banco de Portugal

4
0:58

Louçã vê com "surpresa" o convite a Carlos Costa para continuar no Banco de Portugal

5
1:13

Grupo chinês em Lisboa para discutir compra do Novo Banco

6
0:46

Lopetegui revela que já está a preparar a próxima época

7
1:54

Jogo da consagração na Luz com lotação esgotada

8
2:51

Passos diz que projeto eleitoral do PS tem "medidas perfeitamente liberais"

9
1:28

Cristas justifica declarações sobre possibilidade de concorrer à liderança do CDS

10
1:37

Alexis Tsipras aconselhado a intensificar negociações com a troika

11
2:15

Christine Lagarde defende mais austeridade nos gastos públicos do Governo brasileiro

12
2:02

Revelados cerca de 300 e-mails de Hillary Clinton sobre a crise de Benghazi numa conta pessoal

13
2:14

Jihadistas conquistam cidade histórica de Palmira e já controlam 50% do território sírio

14
2:54

Novo Museu dos Coches é maior e mais moderno e concretiza vontade com décadas

23:16 21.09.2012

Viúva de John Lennon entrega  prémio pela paz às "Pussy Riot" detidas na Rússia 

REUTERS Yoko Ono, Viúva de John Lennon - Reuters

A viúva de John Lennon, Yoko Ono, concedeu  hoje, em Nova Iorque, o seu prémio pela paz intitulado "LennonOno" às três  jovens do grupo punk "Pussy Riot" atualmente presas na Rússia por terem  cantado uma 'oração' anti-Putin. 

"As 'Pussy Riot' acreditam na liberdade de expressão. Vou trabalhar  para a sua libertação imediata", afirmou Yoko Ono, ao entregar a distinção  a Piotr Verzilov, marido de Nadejda Tolokonnikova, uma das cantoras detidas.

Artista de rua, Piotr Verzilov viajou até Nova Iorque com Gera, quatro  anos, filha da sua relação com Nadejda Tolokonnikova. 

É uma honra imensa receber este prémio das mãos de Yoko Ono e de ver  pessoas do mundo inteiro saírem à rua e fazerem ouvir a sua voz para manifestar  apoio" às "Pussy Riot", disse Piotr Verzilov em inglês. 

Nadejda Tolokonnikova, 22 anos, Ekaterina Samoutsevitch, 29, e Maria  Alekhina, 24, foram condenadas a 17 de agosto a dois anos de prisão por  "vandalismo" e "incitamento ao ódio religioso", depois de em fevereiro terem  cantado uma "oração punk" na catedral do Cristo Redentor (ortodoxa) em Moscovo,  pedindo à Virgem para "afastar (o Presidente russo Vladimir) Putin" do poder.

 A polícia deteve na altura três elementos do grupo, tendo depois anunciado  que lançou uma operação para capturar duas integrantes não identificadas  do "Pussy Riot", das cinco que realizaram a apresentação punk na catedral  moscovita contra o Presidente russo. 

O grupo punk russo "Pussy Riot" anunciou, entretanto, que duas integrantes  da banda, que estão a ser procuradas pela polícia, abandonaram a Rússia  para não serem detidas no seguimento do protesto contra Vladimir Putin.

O Conselho Consultivo para os Direitos Humanos junto do Kremlin criticou  a condenação das três jovens a dois anos de prisão, considerando que uma  pena suspensa teria sido suficiente. 

A Igreja Ortodoxa russa defendeu "a clemência" em relação às três jovens  após a divulgação do veredito, sublinhando, no entanto, "não pôr em dúvida  a legitimidade da decisão da Justiça". 

O processo das "Pussy Riot" teve eco internacional e o julgamento foi  criticado no estrangeiro, onde a sentença também foi considerada "desproporcionada".

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Cultura

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
08:45
35 mortos e 13 desaparecidos em inundações no sul da China
08:44
Lesados do GES protestam hoje em Sintra durante reunião do BCE
08:40
Última vaga para a Liga Europa decide-se no adeus da I Liga
08:39
Sul do Peru em estado de emergência após confrontos
08:38
Senado dos EUA chumba diploma para limitar poderes da NSA
08:38
Tailândia liberta estudantes detidos por criticarem junta militar
08:37
China condena a 10 anos de cadeia 2 cidadãos por espionagem militar
08:35
Banco de Portugal acusou 15 gestores do BES de gestão ruinosa
07:58
5 helicópteros Kamov para combate a incêndios estão parados
07:54
Latvala defende a liderança no dia mais longo do Rali de Portugal
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .