sicnot

Perfil

Cultura

António Costa diz que morte de Herberto Helder foi uma imensa perda para a cultura portuguesa

O secretário-geral socialista, António Costa, e o PS manifestaram hoje "profundo pesar" pela morte do poeta Herberto Helder, considerando trata-se de uma "imensa perda" para a cultura portuguesa e de um dos maiores poetas de sempre. 

Herberto Helder morreu na segunda-feira aos 84 anos na sua casa em Cascais e, segundo fonte familiar, haverá uma cerimónia fúnebre privada apenas para a família.

Numa nota enviada à agência Lusa, António Costa e o Partido Socialista "manifestam o seu profundo pesar pela imensa perda para a cultura portuguesa que representa a morte do poeta Herberto Helder".

"Herberto é - porque a sua obra perdurará - um dos nossos maiores poetas de sempre, um príncipe das letras de Portugal, cujo contributo ao longo das últimas décadas constitui um património de grande riqueza e densidade para a língua e para a cultura portuguesas", salienta o PS. 

No mesmo comunicado, o PS assinala que a leitura e o conhecimento da obra de Herberto Hélder "será, certamente, a melhor homenagem que os portugueses lhe poderão prestar, no silêncio e recato que sempre tanto prezou, avesso que sempre se mostrou à exposição e às honrarias públicas".

"À sua família e aos seus amigos, o secretário-geral, António Costa, e o PS apresentam as mais sentidas condolências", acrescenta a nota.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".