sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o jornalista Tolentino da Nóbrega

Morreu hoje no Funchal o jornalista Tolentino da Nóbrega. 

SIC

O correspondente do jornal Público para a Madeira tinha 63 anos. Faleceu de doença prolongada. Era jornalista há 40 anos, sempre na Madeira. Antes do jornal Público, colaborou com o Comércio do Funchal e depois no Diário de Notícias da Madeira.

Em 1998 foi distinguido com o Prémio Gazeta e em 2006 foi condecorado pelo Presidente da República, Jorge Sampaio com o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

Licenciado em pintura pela Escola de Belas Artes da Madeira, o jornalista dedicou-se ainda ao ensino, tendo sido professor de Desenho e Geometria na Escola Secundária Francisco Franco.

Vicente Jorge Silva lembra que Tolentino da Nóbrega era "um resistente" ao jardinismo

O ex-diretor e fundador do Público disse hoje que o jornalista Tolentino da Nóbrega foi "um verdadeiro resistente do período jardinista".

Em declarações à agência Lusa, Vicente Jorge Silva lamenta a morte do "amigo" e lembra que "Tolentino era uma pessoa de uma rara coragem, foi alvo dos atentados da FLAMA [Frente de Libertação da Madeira, movimento que defendia a independência da Região no período pós 25 de abril de 1974] e sofreu muito ao longo do período jardinista, foi um verdadeiro resistente, nunca desistiu, tinha uma combatividade e persistência admiráveis".

"O Tolentino de Nóbrega era um dos meus amigos mais chegados na Madeira e foi muito importante para mim no jornal Comércio do Funchal, que fizemos juntos, era um dos mais próximos colaboradores para a parte gráfica e paginação", disse. 



 
Com Lusa
  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.