sicnot

Perfil

Cultura

Casa da Música celebra 10 anos a tornar Porto num "centro cultural na Europa"

A Casa da Música assinala este mês o 10.º aniversário da abertura ao público, a 15 de abril, tendo, segundo vários músicos de agrupamentos ligados à instituição, mudado "radicalmente" o Porto, transformando-o num "centro cultural na Europa" a nível musical.

FERNANDO VELUDO

Atualmente com quatro agrupamentos residentes, desde a Orquestra Sinfónica do Porto ao Remix Ensemble, passando pelo Coro e pela Orquestra Barroca, a Casa da Música criou condições "muito apelativas" para, inclusive, conseguir manter em Portugal intérpretes nacionais, segundo um dos entrevistados pela Lusa.

Filipe Quaresma, com 35 anos e natural da Covilhã, reconhece já se ter sentido aliciado para voltar para o estrangeiro, onde se formou e onde há mais concertos e cachês superiores, em particular face aos entraves colocados pela crise financeira.

"Se antigamente ser músico já era visto como um 'hobby', agora está muito pior", referiu Filipe Quaresma, violoncelista da Orquestra Barroca e convidado do Remix Ensemble que colabora com grupos internacionais, mas constata: "Obviamente gosto muito de Portugal, gosto muito de cá viver".

Aldo Salvetti é natural de Veneza e mudou-se para o Porto há quase 20 anos, onde é atualmente chefe de naipe de oboé na Orquestra Sinfónica.

Para o italiano, que facilmente pode ser avistado nas ruas da cidade na sua bicicleta, "o espírito da Casa [da Música] não é um espírito elitista, o espírito da Casa é fazer de uma música elitista acessível a todos".

Isto porque recorda os conservadorismos existentes nas orquestras tradicionais, que fazem parte de "uma tradição que não foi questionada", mas que, na Casa da Música, veio a ser "atualizada".

"A Orquestra Sinfónica é o espelho da sociedade e ela tem de mudar com a sociedade", refletiu Aldo Salvetti.

A Casa da Música "educou o público", disse Salvetti, que considera que "o público do Porto já é um público conhecedor do repertório contemporâneo", pelo que os próprios músicos sentem a sua abertura.

"Acho que a política da Casa é muito interessante e corajosa e contribuiu para fazer do Porto uma cidade com públicos disponíveis", acrescentou o artista.

Os 10 anos de Casa da Música aberta ao público quase coincidem com os 10 anos de José Pereira no Remix Ensemble, violinista cujas ideias vão ao encontro das palavras de Aldo Salvetti.

"Houve um progresso enorme em termos de aceitação do público", disse José Pereira, para quem "a Casa da Música é a referência do Porto e do país", acima até de salas como a Gulbenkian, em Lisboa.

Ainda assim, José Pereira reconhece que os elementos de grupos como o Remix "abdicam de muita coisa", mesmo sem terem as "melhores condições contratuais", recordando uma das suas "lutas" que é a que os opõe aos recibos verdes.


  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.