sicnot

Perfil

Cultura

Visitas às galerias romanas encerraram às 11:00 por excesso de afluência

As visitas do público às galerias romanas da Rua da Prata, na baixa de Lisboa, foram este domingo encerradas sete horas antes do previsto devido à enorme afluência de visitantes, informou o Museu de Lisboa.

O Museu de Lisboa lembra que o monumento voltará a abrir ao público no final de setembro, por ocasião das Jornadas Europeias do Património. (Arquivo)

O Museu de Lisboa lembra que o monumento voltará a abrir ao público no final de setembro, por ocasião das Jornadas Europeias do Património. (Arquivo)

CM Lisboa

"Devido à imensa afluência de público registada esta manhã no acesso às Galerias Romanas da Rua da Prata, criptopórtico do século I d.C., a fila terá que ser encerrada às 11h, de modo a que todas as pessoas que estão na fila possam visitar o monumento ao longo do dia de hoje, até às 18h", informa o museu numa nota enviada à Lusa.

As galerias romanas da baixa de Lisboa, com quase dois mil anos, abriram durante três dias ao público, para visitas gratuitas que resultaram em longas filas.

O Museu de Lisboa lembra que o monumento voltará a abrir ao público no final de setembro, por ocasião das Jornadas Europeias do Património. 

A abertura ao público em abril teve lugar no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala a 18 de abril.
Lusa
  • Mosquito transmissor da dengue detetado em Portugal

    País

    Uma espécie de mosquito que é transmissor do vírus da dengue foi identificado pela primeira vez em Portugal, na região Norte do país, anunciou esta quarta-feira a Direção-geral da Saúde (DGS) e o Instituto Doutor Ricardo Jorge.

  • Marcelo não comenta proposta sobre nomeação do governador do BdP
    0:14

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar a proposta do grupo de trabalho para a reforma da supervisão financeira, que recomenda que o governador do Banco de Portugal seja nomeado pelo Presidente da República. Marcelo não quis comentar o assunto esta quarta-feira durante a tomada de posse do Reitor da Universidade de Lisboa.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.