sicnot

Perfil

Cultura

Ator da série "Everybody loves Raymond" suicidou-se

Sawyer Sweeten, um dos gémeos, que entravam na série televisiva 'Everybody Loves Raymond', morreu esta madrugada, com um tiro na cabeça.

Sawyer Sweeten, à esquerda, ao lado da irmã, Madylin Sweeten e Sullivan Sweeten, imrão gémeo, na 8ª edição dos prémios televisivos "Land Awards" em Los Angeles, em 2010.

Sawyer Sweeten, à esquerda, ao lado da irmã, Madylin Sweeten e Sullivan Sweeten, imrão gémeo, na 8ª edição dos prémios televisivos "Land Awards" em Los Angeles, em 2010.

Jordan Strauss

Sawyer Sweeten desempenhava o papel de Geoffrey Barone, um dos filhos de Raymond e Debra, e irmão gémeo de Michael, interpretado pelo seu verdadeiro irmão, Sullivan.

Morreu, esta madrugada, com um tiro na cabeça. A informação é adiantada pelo britânico "The Independent".

A família já confirmou a morte através de um comunicado: "informamos que o nosso querido filho, irmão e amigo Sawyer Sweeten suicidou-se".

De acordo com fontes próximas da família, citadas pela imprensa, Sawyer tinha ido visitar a família ao Texas. Terá ido até à varanda, na frente da casa, e disparou com uma fogo na cabeça.

Sawyer tinha 19 anos. Tornou-se famoso como um dos gémeos da série que foi para o ar em 1996. Segundo a IMDB, a base de dados Internacional de Filmes, Sawyer não entrou em mais nenhuma série desde o final de "Everybody loves Raymond" em 2005.

Desconhece-se os motivos que levaram o jovem ator a cometer suicídio.




  • Incêndio em fábrica de congelados em Viseu continua ativo
    0:29

    País

    O incêndio que deflagrou esta manhã numa fábrica de produtos congelados em Viseu continua ativo no pavilhão principal. De acordo com o segundo comandante dos Bombeiros Municipais de Viseu, trata-se de um trabalho "demorado e difícil porque a estrutura está abalada". Contudo, os bombeiros conseguiram que o fogo não se propagasse a outros edifícios.

  • Nova fábrica de medicamentos inaugurada na Amadora
    1:36

    País

    Uma nova fábrica de produção de fármacos foi inaugurada esta terça-feira, na Amadora. O espaço dedica-se em exclusivo à produção de um medicamento inovador, para o tratamento do excesso de potássio no sangue.