sicnot

Perfil

Cultura

Scorpions vão tocar na China, pela primeira vez em 50 anos de carreira

A banda alemã de heavy metal Scorpions, uma das mais antigas do género, fundada há 50 anos, vai atuar na sexta-feira na China, pela primeira vez, quebrando o longo jejum dos fãs chineses, anunciou hoje a imprensa local.

Os Scorpions atuarão no âmbito do Changjiang International Music Festival, que durante dois dias reunirá mais de vinte bandas e cantores numa pequena localidade da margem do Rio Yangtze, na província de Jiangsu, leste da China.

"Isto pode ser apenas o início (de uma posterior digressão pela China). Esperamos que haja outra oportunidade para voltar e tocar em Pequim, Xangai e em muitas outras cidades", disse o vocalista do grupo, Klaus Meine, citado pelo jornal China Daily.

A música rock já não é oficialmente considerada na China um "género decadente", mas os espetáculos com grandes bandas ocidentais ainda são raros no país e como aconteceu em 2006 com os Rolling Stones, em Xangai, o reportório tem de ser previamente examinado pelas autoridades.

Na altura, a censura chinesa vetou quatro canções do grupo, entre as quais "Let's Spend the Night Together".

Os Scorpions apareceram em Hamburgo em 1965, um ano antes de a China embarcar numa "Grande Revolução Cultural Proletária" destinada a "aprofundar a luta de classes" e "eliminar os valores e tradições" da antiga sociedade. 

Beethoven, por exemplo, era considerado "um músico reacionário". 

A música rock só começou a chegar à China na década de 1980, depois de o Partido Comunista Chines ter adotado uma nova politica, denominada de "Reforma Económica e Abertura ao Exterior".

Em 1984, um antigo trompetista da Orquestra Filarmónica de Pequim, Cui Jian, fundou o primeiro grupo rock chinês e foi ele, também, que abriu a primeira edição do Changjiang International Music Festival, há seis anos. 



Lusa
  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Karlie Kloss, o "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59