sicnot

Perfil

Cultura

Novo livro de poesia de Manuel Alegre "Bairro ocidental" é editado amanhã

O novo livro de poesia de Manuel Alegre, "Bairro ocidental", em que o poeta afirma "que é necessária e urgente a nossa libertação", é publicado na terça-feira, divulgou hoje a editora.

© Marcos Borga / Reuters

"Tal como em 'Praça da Canção' [obra publicada há 50 anos], também em 'Bairro ocidental' o poeta vem dizer-nos que é necessária e urgente a nossa libertação", segundo o comunicado das Publicações D. Quixote, que chancelam a obra.

Segundo a mesma fonte, trata-se de "um livro em que o poeta afirma a sua confiança no poder da palavra, da sua capacidade de nos encorajar, de nos incitar, de nos comover".

"Tal como há 50 anos, a poesia de Manuel Alegre seduz o leitor não só pela qualidade e o inesperado da linguagem mas também pela força que recebe de raízes que mergulham no presente histórico", remata a editora.

Numa entrevista à Lusa, no ano passado, Manuel Alegre afirmou que "a poesia só por si não faz a revolução, mas não há mudança sem uma poética da mudança", e salientou a importância da poesia na luta contra o regime anterior a Abril de 1974.

O poeta é um dos mais cantados. Entre os nomes que gravaram letras suas, destacam-se Amália Rodrigues, Adriano Correia de Oliveira, José Afonso, Carlos do Carmo, Luís Cília, Janita Salomé e João Braga.

Natural de Águeda, onde nasceu em maio de 1936, Manuel Alegre, foi deputado à Assembleia da República e candidato, por duas vezes, à Presidência da República.

Estudou Direito na Universidade de Coimbra, tendo-se envolvido nas lutas académicas contra a ditadura; cumpriu o serviço militar em Angola, onde foi preso pela polícia política do regime (PIDE), por se revoltar contra a guerra colonial.

Manuel Alegre conta atualmente com mais de 30 títulos publicados entre ficção e poesia, e tem recebido vários galardões nacionais e internacionais, entre eles os prémios Amália e D. Dinis-Fundação da Casa de Mateus.

Lusa

  • Circulação retomada na A23, mais de 1.600 operacionais no combate às chamas

    País

    A circulação rodoviária na A23 foi completamente restabelecida ao início da manhã depois de ter estado cortada por causa dos incêndios que, no total, mobilizam mais de 1.600 operacionais e contam com reforço espanhol. Nos vários fogos que atingem o país estão 1.648 operacionais no terreno, apoiados por mais de 500 viaturas e 15 meios aéreos.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.