sicnot

Perfil

Cultura

Capicua, Ricardo Ribeiro e Aline Frazão vão atuar no FMM Sines

Fado, música tradicional, hip hop e nova música lusófona em língua portuguesa estarão presentes este ano no Festival Músicas do Mundo de Sines (FMM Sines) com artistas como Ricardo Ribeiro, Capicua, DJ Marfox e Aline Frazão.

A organização do festival anunciou hoje uma dezena de artistas de Portugal, África e Brasil que têm em comum a língua portuguesa, embora com sonoridades muito distintas.

De 17 a 25 de julho estarão em Sines e em Porto Covo o fadista Ricardo Ribeiro, o músico Janita Salomé, o multi-instrumentista e compositor Bruno Pernadas, o coletivo Blacksea Não Maya com DJ Marfox, a rapper Capicua e Simply Rockers Sound System.

A eles juntam-se ainda a cantora angolana Aline Frazão, que editará ainda este ano um novo álbum, a gravar na ilha de Jura, Escócia, a brasileira Dona Onete, "diva do carimbó chamegado", como descreve a organização, e a cantora e guitarrista Élida Almeida, prémio Revelação nos Cabo Verde Music Awards.

O FMM de Sines cumpre a 17ª edição de uma volta ao mundo pela música, tendo já anunciado cerca de trinta artistas, nomeadamente Dele Sosimi Afrobeat Orchestra (Nigéria/Reino Unido), Forabandit (Occitânia/Turquia), Idiotape (Coreia do Sul), Niladri Kumar (Índia), Pascals (Japão), Salif Keita (Mali), Soema Montenegro (Argentina), Songhoy Blues (Mali) e Toumani & Sidiki Diabaté (Mali).

Lusa
  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.