sicnot

Perfil

Cultura

Polícia nega investigação sobre envenenamento de B.B. King

A polícia de Las Vegas, EUA, afastou na terça-feira a hipótese B. B. King ter sido envenenado, considerando as alegações das filhas do músico como "infundadas" e afirmando que não serão investigadas.

Rogelio V. Solis

Os médicos legistas dizem não ter encontrado, até agora, qualquer prova de crime na morte da lenda do blues, apesar de garantirem que estão a tomar em consideração todas as alegações.

King morreu a 14 de maio, aos 89 anos, em Las Vegas, onde vivia. Nas últimas duas décadas da sua vida, o músico sofreu de diabetes de tipo 2.

Duas das suas filhas, Karen Williams e Patty King, acreditam que o pai foi envenenado pelo seu agente LaVerne Toney e pelo seu assistente pessoal, segundo noticiou o portal E!.

"Acredito que o meu pai foi envenenado e que lhe foram administradas substâncias estranhas para induzir a morte prematura", escreveram as filhas em depoimentos separados, pedindo uma investigação formal.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • "Precisamos de uma melhor zona Euro"
    0:30