sicnot

Perfil

Cultura

Bailarinos da Companhia Nacional de Bailado anunciam greve para julho

Os bailarinos da Companhia Nacional de Bailado (CNB) entregaram hoje um pré-aviso de greve para julho em protesto contra um projeto de lei sobre as carreiras e o estatuto destes profissionais, revelou o sindicato CENA.

Os bailarinos "estão a preparar um projeto para um estatuto que já tem algumas ideias, que, devido ao fim próximo desta legislatura, só será apresentado em setembro". (Arquivo)

Os bailarinos "estão a preparar um projeto para um estatuto que já tem algumas ideias, que, devido ao fim próximo desta legislatura, só será apresentado em setembro". (Arquivo)

Reuters

De acordo com o CENA - Sindicato dos Músicos, dos Trabalhadores do Espectáculo e do Audiovisual, a greve dos bailarinos deverá afetar os espetáculos da CNB de julho, agendados para Almada e Lisboa.

A razão da greve centra-se num projecto-lei do Governo que "mais do que se preocupar com a carreira dos bailarinos do bailado clássico e contemporâneo, procura encontrar formas, mais ou menos, explícitas de pôr termo, prematuramente, às suas carreiras", lê-se na nota de imprensa.

"O diploma não corresponde de modo algum ao prometido Estatuto do Bailarino da CNB", sustentam os bailarinos da companhia, alertando que acaba com os atuais vínculos laborais e não acautela as especificidades profissionais decorrentes do desgaste físico.

Os bailarinos lamentam ainda a falta de diálogo com a tutela, "tendo havido apenas duas reuniões nos últimos dois meses", e exigem a "abertura de um processo participado de elaboração de um verdadeiro Estatuto", que é exigido por estes profissionais há mais de uma década.

Lusa
  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.