sicnot

Perfil

Cultura

Lídia Jorge e Mário Cláudio entre os finalistas ao Grande Prémio de Romance e Novela

Os escritores Lídia Jorge, Luísa Costa Gomes, Mário Cláudio, Sandro William Junqueira e H.G. Cancela são os finalistas do Grande Prémio de Romance e Novela/2014, anunciou hoje a Associação Portuguesa de Escritores (APE).  

O júri, presidido pelo escritor José Correia Tavares, escolheu "por unanimidade", como finalistas, as obras, "Os memoráveis", de Lídia Jorge, "Cláudio e Constantino", de Luísa Costa Gomes, "Retrato de rapaz", de Mário Cláudio, "No céu não há limões", de Sandro William Junqueira, e "Impunidade", de H.G. Cancela.

Além de Correia Tavares, fazem parte do júri Ana Paula Arnaut, Isabel Cristina Mateus, Maria João Cantinho, Miguel Miranda e Miguel Real.

Ao concurso apresentaram-se 86 títulos publicados em 2014, segundo a mesma fonte.

"Tudo leva a crer que a deliberação final do júri ocorra em julho", segundo fonte da APE.

O Grande Prémio de Romance e Novela APE/Direção Geral do Livro Arquivos e Bibliotecas foi instituído em 1982 e tem o valor pecuniário de 15.000 euros.

José Cardoso Pires foi o primeiro distinguido, com a obra "Balada da praia dos cães". Mário Cláudio recebeu-o em 1984, por "Amadeo", e Lídia jorge, com "O Vento assobiando nas gruas", foi a vencedora do prémio, em 2002.

Na edição anterior, relativa a 2013, o romance vencedor foi "Que importa a fúria do mar", de Ana Margarida de Carvalho.

 

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.