sicnot

Perfil

Cultura

China proibe música online sem pagar direitos de autor

O Governo chinês proibiu as suas empresas na Internet de oferecerem música sem pagarem direitos de autor e alertou-as para “graves castigos” caso não a retirem até ao final do mês, informou hoje a imprensa oficial.

A nova regulação pode afetar plataformas como a Xiami Music, do gigante do comércio eletrónico Alibaba

A nova regulação pode afetar plataformas como a Xiami Music, do gigante do comércio eletrónico Alibaba

© Chance Chan / Reuters

A Administração Nacional de Direitos de Autor da China anunciou, na noite de quinta-feira, uma atualização à regulação sobre os serviços de música em ‘streaming’ na Internet, que pretende acabar com a pirataria e proteger a propriedade intelectual.

Esta nova regulação pode afetar plataformas como a Xiami Music, do gigante do comércio eletrónico Alibaba, a QQ Music, a maior empresa chinesa de serviços de Internet e telefones móveis, e a Tencent, que oferece música gratuitamente e goza de grande popularidade entre os chineses.

O regulador dos direitos de autor da China reconheceu que o sistema devia ser atualizado para proteger melhor os detentores desses direitos e restaurar a confiança no seu funcionamento.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14