sicnot

Perfil

Cultura

Ex-baterista dos AC/DC acusado de violar condições de prisão domiciliária

Um tribunal da Nova Zelândia acusou o ex-baterista do grupo australiano de rock AC/DC, Phill Rudd, de violar as condições de prisão domiciliária impostas na semana passada, informou hoje a imprensa local.

Phill Rudd, ex-baterista dos AC/DC

Phill Rudd, ex-baterista dos AC/DC

SIC

A polícia neozelandesa deteve Rudd na noite de sábado na mansão de que é proprietário em Tauranga, na Nova Zelândia, quando estava a dar uma festa e a consumir álcool, segundo o diário "Stuff".

O músico, que se declarou não culpado, foi libertado sob fiança, depois de ter passado o fim de semana no calabouço das instalações policiais.

No passado dia 09, um tribunal neozelandês condenou Phil Rudd a oito meses de prisão domiciliária depois de o músico ter sido declarado culpado de três acusações, incluindo proferir ameaças de morte.

Em abril, o músico admitiu em tribunal culpa de posse de droga e ameaça de morte a duas pessoas, duas acusações de que é alvo na justiça.

Phil Rudd tinha sido acusado de, em 2014, fazer ameaças de morte a um empreiteiro e à filha deste e de ter na sua posse metanfetaminas e cannabis.

Nascido na Austrália, Phil Rudd vive na Nova Zelândia desde 1983.

Lusa

  • Baterista dos AC/DC pode enfrentar pena de 8 anos prisão

    Mundo

    O baterista dos AC/DC voltou ao tribunal sob a acusação de ameaças de morte e posse de drogas na Nova Zelândia.  Phil Rudd chegou atrasado à audiência. O juiz deu um prazo de meia hora para o músico chegar ao tribunal, sob ameaça da emissão de um mandato de prisão. 

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.