sicnot

Perfil

Cultura

Manoel de Oliveira é homenageado hoje no festival de cinema da Figueira da Foz

O realizador Manoel de Oliveira, que morreu em abril com 106 anos, é homenageado hoje na Figueira da Foz, com a atribuição, a título póstumo, do Prémio Carreira do Figueira Film Art e entrega da medalha da cidade.

© Tobias Schwarz / Reuters

O Figueira Film Art, que está a decorrer desde segunda-feira na Figueira da Foz, distrito de Coimbra, entrega hoje o Prémio Carreira ao cineasta do Porto Manoel de Oliveira, que será recebido pelo ator Ricardo Trêpa, neto do realizador.

A cerimónia de homenagem a Manoel de Oliveira, que tinha aceitado ser padrinho do festival, ocorre às 22:00, no Casino da Figueira da Foz, e conta com um espetáculo do Coro dos Orfeonistas da Universidade de Coimbra e a exibição do "'making of' do filme da EDP que [o cineasta] realizou", disse à agência Lusa o diretor do festival, Luís Albuquerque.

Às 18:00, a Câmara Municipal da Figueira da Foz vai também homenagear o realizador de "Vale Abraão", com a entrega, a título póstumo, da medalha da cidade, no Salão Nobre do Edifício dos Paços do Concelho.

Também no Casino da Figueira, é exibido às 16:00 o filme "Singularidades de uma Rapariga Loura", de 2009, que valeu a Catarina Wallenstein o Globo de Ouro de Melhor Atriz.

Manoel de Oliveira nasceu no Porto em 1908 e estreou-se com a curta "Douro, Faina Fluvial", em 1931, tendo realizado ao longo da sua carreira mais de 30 longas, tais como "Aniki-Bóbó", de 1942, "Amor de Perdição", 1979, "Os Canibais", de 1988, e "A Divina Comédia", de 1991.

O Figueira Film Art termina no domingo, sendo exibidos durante o evento 110 filmes de 11 países.

Em competição, vão estar 13 longas-metragens, cerca de 80 curtas (divididas nas secções ficção, documental e videoclipe) e ainda filmes realizados em âmbito escolar - a maioria do ensino superior.

Os filmes vencedores nas diferentes categorias serão apresentados no CAE, no domingo, após a cerimónia de entrega dos prémios no Casino Figueira, no sábado.

O evento conta com um orçamento de cerca de 50 mil euros e tem o apoio do Casino da Figueira e da Câmara Municipal da Figueira da Foz.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.