sicnot

Perfil

Cultura

Muse dão concerto em Lisboa a 2 de maio na digressão mundial 2016

A banda britânica Muse vai atuar em Portugal a 2 de maio do próximo ano, em Lisboa, no âmbito de uma digressão mundial para apresentação do novo álbum "Drones", anunciou hoje a organização.

Rich Fury

De acordo com a promotora Everything is New, os Muse vão atuar nesse dia no MEO Arena, a partir das 20:00, com os elementos da banda a atuarem no centro do recinto, preparado para dar ao público uma experiência sensorial áudio e visual de 360º no concerto.

Até ao momento estão marcados concertos em oito cidades no âmbito da "Drones World Tour", que se inicia a 5 abril de 2016, em Dublin, Irlanda.

Segue-se, a 8 abril 2016, Manchester, Inglaterra (Phones 4 U Arena), 11 e 12 de abril em Londres (O2 Arena), 17 abril am Glasgow, Escócia (SSE Hydro), 5 de maio Madrid, Espanha (Barclaycard Arena), a 14 e 15 de maio em Milão, Itália (Mediolanum Forum), e a 4 junho em Praga, na República Checa (O2 Arena).

Desde a estreia do primeiro longa duração, em 1994, os Muse já editaram sete álbuns de estúdio e venderam mais de 17 milhões de álbuns por todo o mundo.

"Drones", o sétimo registo de originais, esteve no primeiro lugar dos tops ingleses durante duas semanas, em junho, ao mesmo tempo que alcançaram o número um da tabela norte-americana pela primeira vez na carreira.

Esta digressão passará ainda pelos EUA, Canadá, França, Alemanha, Áustria, Dinamarca, Noruega, Holanda, Suíça, Bélgica, Finlândia e Suécia, cujas datas e respetivas salas serão anunciadas em breve, segundo a Everything is New.

Lusa

  • Muse enchem Algés e anunciam novo concerto em 2016
    3:48

    Cultura

    A primeira noite de Nos Alive no Passeio Marítimo de Algés teve com lotação esgotada. Dezenas de atuações durante o dia de ontem confluíram para o concerto dos senhores da noite: os britânicos Muse. O vocalista da banda, Matt Bellamy, anunciou o regresso para um novo concerto no próximo ano.

  • Muse trazem "Drones" a Portugal
    2:24

    Cartaz

    Está no primeiro lugar do top de vendas de 27 países, incluindo Portugal, o sétimo album dos Muse. A banda britânica está em digressão mundial para apresentar "Drones" e estará de volta aos palcos nacionais daqui a pouco mais de duas semanas para o festival Nos Alive, no Passeio Marítimo de Algés.

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.