sicnot

Perfil

Cultura

Pianista Maria João Pires é hoje galardoada com prémio Gramophone

A pianista portuguesa Maria João Pires é hoje galardoada com o prémio Gramophone na categoria concerto, pela gravação dos concertos de piano nº3 e nº4 de Beethoven, numa cerimónia que decorrerá em Londres.

Fonte da editora discográfica que representa a artista indicou que Maria João Pires não estará presente para receber o galardão.

A cerimónia de entrega dos prémios em 12 categorias vai decorrer na sala de concertos S. John, em Smith Square, em Londres, onde também serão hoje revelados os vencedores dos prémios especiais Gramophone.

Nestes incluem-se a Gravação do Ano, para o qual Maria João Pires, 70 anos, também está nomeada, Artista do Ano e Prémio de Carreira.

Os prémios dirigidos à indústria discográfica de música clássica são atribuídos anualmente pela revista britânica Gramophone através da votação de membros da indústria e um júri de críticos.

Maria João Pires gravou o disco do concerto com a Orquestra Sinfónica da Rádio Sueca, sob direção do maestro britânico Daniel Harding, tendo sido o primeiro lançamento da pianista na editora Onyx Classics, onde entrou em 2013.

Desde 1970 que a intérprete portuguesa se dedica à reflexão sobre a importância da arte na comunidade e na educação, procurando desenvolver novas formas de implementar teorias pedagógicas na sociedade.

Lusa

  • Maria João Pires vence prémio Gramophone

    Cultura

    Maria João Pires venceu o prémio Gramophone, uma das mais importantes distinções na indústria discográfica de música clássica. A pianista foi premiada pela gravação dos concertos para piano nº 3 e nº 4 de Beethoven, um disco que foi editado no ano passado e que foi gravado com a orquestra sinfónica da Rádio Sueca e o maestro inglês Daniel Harding.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.