sicnot

Perfil

Cultura

Morreu a escritora Jackie Collins aos 77 anos vítima de cancro

A escritora naturalizada norte-americana Jackie Collins, irmã da atriz Joan Collins, morreu no sábado aos 77 anos, vítima de cancro da mama, informou a revista People, que cita um comunicado da família.

© Danny Moloshok / Reuters


Jackie Collins nasceu em Londres a 04 de outubro de 1937 e morava há muitos anos em Beverlly Hills, na Califórnia.

"Ela viveu uma vida maravilhosamente cheia e era adorada pela sua família, amigos e milhões de leitores que ela divertia há mais de quatro décadas", afirmou a família em comunicado, acrescentando que ela lutava contra o cancro da mama há mais de seis anos.

"Ela era uma verdadeira inspiração para as mulheres na ficção e uma força criativa", indicou a declaração das suas três filhas, Tracy, Tiffany, e Rory.

Jackie Collins foi uma escritora prolífica, com mais de 500 milhões de romances traduzidos em 40 línguas.

Na sua última entrevista, concedida a 14 de setembro na sua casa de Beverly Hills à revista People, Joan Collins afirmou: "Não me arrependo de nada do que disse", e em concreto de manter em privado a sua luta contra o cancro.

"Agora quero salvar vidas de outras pessoas", com a divulgação de vários livros sobre a doença, disse na entrevista.

Entre outros livros, Jackie Collins escreveu "The World is Full of Married Men," "Confessions of a Wild Child" e "Hollywood Wives".

Lusa

  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.