sicnot

Perfil

Cultura

Coreografia "Tenir le Temps" sobre controlo em sociedades velozes estreia no CCB

O espetáculo de dança "Tenir le Temps", do coreógrafo francês Rachid Ouramdane, sobre o controlo exercido nas sociedades velozes, vai ter estreia em Portugal no fim de semana, no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa.

ccb.pt

ccb.pt

De acordo com a programação cultural do centro, o espetáculo - teve estreia mundial em julho deste ano no Festival Montpellier Danse - será apresentado no grande auditório do CCB, no sábado, às 21:00, e no domingo, às 18:00.

Com conceção e coreografia de Rachid Ouramdane - cujo trabalho tem habitualmente um cunho político - a peça coreográfica tem música original de Jean-Baptiste Julien, luz de Stéphane Graillot e figurinos La Bourette.

Em "Tenir le Temps", o coreógrafo francês entra numa complexidade abstrata, onde o movimento quotidiano é o personagem principal, com a música, eletrónica e minimal a marcar o ritmo dos bailarinos.

"Quem tem o controlo sobre o quê nas sociedades velozes de hoje em dia?" é a reflexão que Rachid Ouramdane pretende provocar com este espetáculo, peça para 16 bailarinos, estreada em julho passado no Festival Montpellier Danse.

A interpretação é de Fernando Carrion, Jacquelyn Elder, Annie Hanauer, Alexis Jestin, Lora Juodkaite, Arina Lannoo, Sébastien Ledig, Lucille Mansas, Yu Otagaki, Mayalen Otondo, Saïef Remmide, Alexandra Rogovska, Ruben Sanchez, Sandra Savin, Leandro Villavicencio e Aure Wachter.

Após uma formação no Centro Nacional de Dança Contemporânea de Angers, Rachid Ouramdane começou um percurso como coreógrafo e performer que o levou a trabalhar em França e no estrangeiro com artistas como Meg Stuart, Emmanuelle Huynh, Odile Duboc, Christian Rizzo, Hervé Robbe, Alain Buffard ou Julie Nioche.

Também trabalhou para instituições como a Ópera de Lyon, a companhia russa Migrazia ou a Candoco Dance Company, do Reino Unido.

A peça "Sfumato", que criou em 2012, evoca os horrores das alterações climáticas.

Lusa

  • Os fotogramas que identificaram os autores do ataque em Alcochete 
    2:30

    Crise no Sporting

    A SIC teve acesso às imagens do ataque à Academia do Sporting, em Alcochete, no dia 15 de maio. Os fotogramas registados pelas câmaras de vigilância do centro de treinos fazem parte do processo e foram decisivos para a aplicação da prisão preventiva aos 23 arguidos. No total são 23 minutos de imagens que permitiram identificar os autores dos crimes. 

    Exclusivo SIC

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • Ministro volta a não se comprometer com aumento dos salários
    2:51

    Economia

    O ministro das Finanças diz que a falta de enfermeiros no Hospital de Santa Maria é meramente transitória. Durante a audição no parlamento, o ministro também foi pressionado, à esquerda e à direita, para aumentar os salários na Função Pública, mas voltou a não se comprometer.

  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC