sicnot

Perfil

Cultura

Emoji eleito palavra do ano do Dicionário Oxford

Pela primeira vez, a "palavra do ano" não é uma palavra. Todos os anos, o Dicionário Oxford elege a palavra com maior "significado cultural", que ao longo de 12 meses atraiu as atenções. Este ano, a eleita foi uma imagem pictográfica - um "emoji" que representa um rosto com lágrimas de alegria.

Mais que as palavras "refugiado", "economia partilhada", "They" (eles), ou "lumbersexual", foi um emoji que "melhor refletiu o espírito, a disposição e as preocupações de 2015", de acordo com o Dicionário Oxford.

Embora já existam desde 1997, o uso das emojis mais que triplicou em 2015, explica.

Uma "emoji" é uma pequena imagem digital, ou ícone, usada para exprimir ou complementar uma ideia ou uma emoção na comunicação eletrónica. O termo "emoji" é uma conjunção de e "imagem" + moji "letra".

A Universidade de Oxford examinou os dados juntamente com a SwiftKey, para analisar a frequência e a estatística dos termos ou emojis utilizados.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.