sicnot

Perfil

Cultura

O Bando estreia "Ausência" sobre o vazio que fica com a emigração

Fixar a imagem do vazio que fica quando alguém emigra, foi o ponto de partida da peça "Ausência", que O Bando estreia na quinta-feira, em Palmela, disse à Lusa fonte da companhia.

cm-palmela.pt

cm-palmela.pt

Vocacionada para a infância e juventude, mas também para os adultos, a peça assenta num trabalho realizado por Isabel Atalaia, em colaboração com escolas do concelho, muitas das quais rurais, que consistiu na captação de fotografias nas quais as crianças revissem o conceito de falta, ou da noção que elas têm do que está ausentes, já que muitas dessas crianças têm alguém da família ou conhecido que partiu, explicou à Lusa Raul Atalaia, cooperante e um dos elementos da direção da cooperativa O Bando e um dos intérpretes de "Ausência".

"Todos sabiam o que é a ausência, explica-lo é que não era de todo fácil", referiu, acrescentando que o texto, da autoria de João Neca -- o outro ator da peça -- trabalhou depois sobre essa ideia da pessoa que se desloca assim como da relação que ela tem do lugar de onde vem e para onde vai.

São pessoas que "estão ocupadas com a lembrança do que deixam e a esperança do local para onde vão", razão por que, também por isso, este é um espetáculo feito com grandes condições de mobilidade porque é um espetáculo sobre "um viajante em busca de um território", precisou Raul Atalaia.

Para o ator, que é também o responsável pela área de internacionalização da companhia, a mobilidade que pauta toda a conceção do espetáculo visa também levar a peça às escolas, "uma forma de devolver à comunidade" aquilo que ela já lhes deu.

"Ausência" é uma coprodução internacional com o Dynamo Théâtre de Montreal (Canadá) no âmbito de um projeto que a companhia com sede em Palmela desenvolve há três anos com cinco companhias de teatro estrangeiras em torno de temas como pobreza, migrações e movimentação de pessoas pelo mundo.

Além da companhia portuguesa, o projeto, que obteve apoio da Comissão Europeia, mobiliza uma companhia de Itália, uma de Inglaterra, duas do Canadá (Montreal e Vancover) e uma australiana.

"Ausência" tem direção de Nicolas Brites e é uma cocriação de Jacqueline Gosselin, do Dynamo Théâtre, que há cerca de duas semanas, estreou, em Montreal, a peça "Immigrant d´intérieur" , no qual Nicolas Brites foi cocriador.

A peça, com cenografia de João Brites, música de Jorge Salgueiro e figurino e adereços de Clara Bento, vai estar em cena de quinta-feira a sábado, às 21:00, e aos domingos, às 17:00, até 13 de dezembro.

Lusa

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".