sicnot

Perfil

Cultura

Morreu a atriz brasileira Marília Pêra

A atriz brasileira Marília Pêra, de 72 anos, morreu hoje em casa, no Rio de Janeiro, divulgaram hoje os meios de comunicação no Brasil.

https://www.facebook.com/Maruschkando/

https://www.facebook.com/Maruschkando/

De acordo com o site de notícias brasileiro G1, Marília Pêra - que foi atriz, encenadora, cantora e bailarina - participou em mais de 50 peças de teatro, cerca de 30 filmes e 40 novelas, que a tornaram conhecida do público brasileiro e internacional.

A atriz passava por um tratamento para um desgaste ósseo na região lombar, que a fez afastar-se do trabalho por um ano e interromper a sua participação nas gravações da série "Pé na Cova", da TV Globo, o seu último trabalho.

Marília Soares Pêra nasceu a 22 de janeiro de 1943, no bairro do Rio Comprido, no Rio de Janeiro.

Num depoimento ao site Memória Globo, a atriz contou que se "estreou" aos 19 dias de vida: "Minha mãe diz que eu entrei no colo de uma atriz, amiga dela, numa peça em que precisavam de um bebé".

O início oficial da carreira artística, contudo, começou com apenas 4 anos de idade, num espetáculo em que partilhou uma cena com os pais, Manoel Pêra e Dinorah Mazullo. Na montagem de "Medeia", de Eurípedes, encenada pela Companhia de Henriette Morineau, atuou como uma das filhas da personagem principal.

Marília Pêra participou em novelas de grande sucesso como "Beto Rockfeller" (1968), "Uma rosa com amor" (1972), "Brega & Chique" (1987), "Cobras & Lagartos" (2006), "Ti-Ti-Ti" (2011) e nas séries "O Primo Basílio" (1988) e "Os Maias (2001), dois dos seus trabalhos favoritos.

No cinema, Marília Pêra destacou-se em "Pixote, a lei do mais fraco" (1980), de Hector Babenco; "Bar Esperança" (1983); de Hugo Carvana; "Anjos da noite" (1986), de Wilson Barros; "Dias melhores virão" (1988) e "Tieta do Agreste" (1995), de Cacá Diegues; "Central do Brasil" (1996), de Walter Salles; e "O Viajante" (1998), de Paulo César Saraceni.

No teatro, ganhou duas vezes o Prémio Molière (Brasil): em 1974, por "Apareceu a Margarida", e em 1984, por "Brincando em cima daquilo".

Como diretora, esteve por trás de uma das peças de maior sucesso do Brasil, "Irma Vap", que ficou em cartaz por mais de dez anos, com Marco Nanini e Ney Latorraca como protagonistas.

Lusa

  • Os confrontos de Rui Rio
    3:38

    País

    Esta não é a primeira vez que Rui Rio enfrenta adversidades. O mesmo aconteceu durante a presidência da Câmara do Porto, quando assumiu uma rutura total com o Futebol Clube do Porto. Na primeira conferência de imprensa como presidente do PSD, avisou os adversários internos de que o clima de confronto é um ambiente do qual gosta.

  • Governo aceita diálogo com PSD após eleição de Rio
    1:52

    País

    Com a eleição de Rui Rio, o Governo aceitou entender-se com o PSD, provocando algumas críticas por parte do PCP e o Bloco de Esquerda. O líder parlamentar socialista diz que admitir o diálogo é Democracia, mas garante que o que sempre dividiu o PS do PSD mantém-se.

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Vírus do Zika pode proteger contra a dengue

    Mundo

    Uma equipa de investigadores brasileiros acredita que a infeção do vírus Zika pode tornar a pessoa imune contra a dengue. Anteriormente, uma investigação chinesa já tinha conseguido provar o inverso: quem apanha dengue pode estar mais protegido contra o vírus do Zika.

    SIC

  • Pesca explora mais de metade de todos os oceanos

    Economia

    A pesca industrial explora mais de metade de todos os oceanos, uma área quatro vezes maior que a utilizada pela agricultura, havendo mais atividade no norte do Atlântico e do Pacífico, conclui um estudo divulgado esta quinta-feira.