sicnot

Perfil

Cultura

Festivais de música com mais de 1,8 milhões de espectadores

Os festivais de música realizados este ano em Portugal somaram mais de 1,8 milhões de espectadores, de acordo com dados compilados e revelados hoje pela Associação Portuguesa dos Festivais de Música (Aporfest).

Numa altura em que as promotoras de festivais preparam o ano de 2016, com anúncios de bandas e venda de bilhetes, a associação faz um balanço do que aconteceu este ano, tendo contabilizado 210 festivais de música.

O Meo Sudoeste, na Zambujeira do Mar, com 188.000 espectadores em cinco dias de concertos, foi o que registou mais público, seguindo-se o Nos Alive (Algés), com 155.000 espectadores em três dias, e o festival do Crato (Portalegre), com 100.000 em quatro dias.

De acordo com a Aporfest, o número de 210 festivais deverá ser revisto, porque algumas promotoras não comunicaram ainda a realização de festivais. No entanto, o número representa um aumento de realização de eventos, comparando com os 156 festivais realizados em 2014.

Este ano aconteceram 58 novos festivais, entre os quais o Caixa Ribeira, no Porto, e o Piknic Eléctronik Lisboa, mas houve 31 festivais que em 2015 não tiveram qualquer edição, como o Fusing, na Figueira da Foz.

O calendário de festivais de 2016 conta já com várias datas anunciadas e cabeças-de-cartaz revelados.

O Boom Festival, que é bienal e acontecerá no concelho de Idanha-a-Nova de 11 a 18 de agosto de 2016, é o primeiro a esgotar, tendo vendido os bilhetes via Internet em 34 dias.

Foram já anunciadas a datas de festivais como Rock in Rio Lisboa (20, 21, 26, 27 e 28 de maio), Nos Primavera Sound (de 09 a 11 de junho, Porto), Sumol Summer Fest (24 e 25 de junho, Ericeira), Nos Alive (07, 08 e 09 de julho, Algés), Meo Marés Vivas (14 a 16 de julho, Gaia), Super Bock Super Rock (14 a 16 de julho, Lisboa), Meo Sudoeste (03 a 07 de agosto, Zambujeira do Mar), Vodafone Paredes de Coura (de 17 a 20 de agosto), Bons Sons (12 a 15 de agosto, Cem Soldos) e Reverence Festival Valada (08 a 10 de setembro, Cartaxo).

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.