sicnot

Perfil

Cultura

Quadro de Picasso apreendido na Turquia afinal é uma cópia

Um quadro apreendido pelas autoridades turcas como sendo da autoria do pintor espanhol Pablo Picasso é afinal uma falsificação, anunciou esta segunda-feira a Picasso Administration, que gere o património do artista.

Segundo a organização, a tela é uma cópia de uma obra de 1940 do famoso artista plástico espanhol, "Mulher a Pentear o Cabelo".

Segundo a organização, a tela é uma cópia de uma obra de 1940 do famoso artista plástico espanhol, "Mulher a Pentear o Cabelo".

Segundo a organização, a tela é uma cópia de uma obra de 1940 do famoso artista plástico espanhol, "Mulher a Pentear o Cabelo", e o original encontra-se em Nova Iorque, no Museum of Modern Art (MoMA).

O MoMA confirmou que o original, um retrato de Dora Maar, amante e musa de Picasso, faz parte da sua coleção.

O quadro apreendido na Turquia é "com certeza uma cópia", disse a Picasso Administration, sediada em Paris.

A agência estatal turca Anatolia tinha noticiado no sábado que a polícia recuperara o original "Mulher a Pentear a Cabelo" e que este tinha sido roubado a um colecionador em Nova Iorque.

A obra foi recuperada durante uma operação secreta em Istambul que tinha como alvo ladrões de arte que estavam a tentar vendê-la por 7 milhões de dólares (6,4 milhões de euros).

Agentes da polícia turca, fazendo-se passar por potenciais compradores, encontraram-se com os vendedores num hotel e, depois, num iate na marina de Istambul, segundo a notícia.

Dora Maar, a musa de longa data de Picasso, é retratada no quadro de forma grotesca, com a caixa torácica afundada, o estômago inchado e pés enormes.

Lusa

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15